Uncategorized

Na capital da Lava Jato, Gleisi e Cia lançam frente de defesa de Dilma e PT

unnamed
Um grupo suprapartidário da base lança a Frente Popular Nacional e Democrática para defender o PT e a presidente Dilma.

Leandro Mazzini

Os parlamentares e alguns ex-mandatários pretendem rodar o País em atos públicos nas capitais.
Em Curitiba a Frente incluiu a Igreja Católica. O ex-senador Roberto Amaral (PSB), os senadores Gleisi Hoffmann (PT), Requião (PMDB), Paulo Paim (PT), Vanessa Grazziotin (PCdoB) e o ex-governador gaúcho Tarso Genro (PT) vão receber o arcebispo Dom José Peruzzo num evento em um hotel da capital na próxima sexta. Curiosamente, o lançamento é na capital onde a Justiça Federal concentra as investigações da Operação Lava Jato, já conhecido como o maior esquema de corrupção do Brasil envolvendo contratos com dinheiro público.

18 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Precisa não: Os presidentes Evo Morales, da Colombia e Nicolas Maduro, da Venezuela, já se prontificaram a defender Dilma Também o presidente da CUT, mais Stédile, o nraço armado no campo (?) ídem. Que meda!

    E sobre Evo e Maduro, a Nação espera uma resposta incisiva e contundente de parte do nosso Ministério da Defesa, do nosso glorioso exército brasileiro.

  2. MAS SE ELES NÃO DEVEM PARA QUE DEFENDER, NÃO ENTENDI.
    A COISA ESTÁ APERTANDO PARA OS LADOS PALACIANOS, VAMOS VER NO QUE DÁ.

  3. Estes sanguessugas históricos não estão preocupados com a situacão atual di país. PIOR, quem coloca estes energumenos há décadas são os eleiotores alienados que nem lembram em qiem.votaram.na ultimas eleições.

  4. Igreja Católica ?, sou católico. mas se ela participar deixo de frequenta-la, a igreja tem que se preocupar com seus fieis, porém pode até se manifestar sobre politica , mas politica séria com camalhas e ladrões não

  5. antonio carlos Responder

    Só acredito vendo, duvido muito que a Igreja Católica esteja de “braço dado com a Mulher Sapiens”. Repito, só acredito vendo. Confiar em “furo de blogueiro” é uma temeridade.

  6. Será que ela terá coragem suficiente em aparecer nessas manifestações?
    A tal FRENTE POPULAR NACIONAL e DEMOCRÁTICA será que é uma continuação do Mensalão, do Petrolão, do BNDsão, dos Fundos de Pensão ou ainda das Estatais? Quem souber avisem-nos, pois perguntar não ofende.

  7. Esse pessoal do PT não se emenda mesmo, vão mexer, logo aonde, CURITIBA, para fazer manifestação em favor de Dilma e do PT. NUNCA SE MEXE COM QUEM ESTÁ QUIETO, não é verdade DR. SÉRGIO MORO?

  8. Esta Gleisi e caterva deve ter “m” na cabeça. Está mais do que na hora
    para enjaular esta imbecil !!!

  9. Parreiras Rodrigues Responder

    Mais:
    Se dom Peruzzo comparecer à reunião, deixo de me nominar católico, o que sou desde o meu batismo, em Guaraçai – SP, há setenta e dois anos.
    Continuo cristão e pronto, uai!

  10. Na reunião com o Arcebisto todos deveriam aproveitar e se confessar, pedindo perdão pelos erros cometidos e alguns pelo mal que fazem ao povo brasileiro, desviando e roubando seu dinheiro. Querem defender o que? A corrupção e um Partido (pt)
    que é a pior das pragas que se criou no Brasil.

  11. Caro FÁBIO, quando a situação moral e ética dos líderes e dos membros da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA fica difícil, eles recorrem a integridade moral da IGREJA CATÓLICA. Foi no passado quando a IGREJA auxiliou a criação da ORGANIZAÇÃO. Foram mais inúmeros casos no decorrer desses 12 anos de ladroagem declarada. Agora novamente desejam envolver as lideranças da IGREJA CATÓLICA. As lideranças da IGREJA não precisam desse acolhimento, e muito menos dar apoio a parcela de 5,0% de ovelhas negras esquecendo a outra parcela do rebanho que atualmente passam necessidade de todas as ordens. Cometer o mesmo erro é BURRICE. A IGREJA sobrevive pois não repete erros. Atenciosamente .

  12. Sergio Silvestre Responder

    Tem muito coxinha que se alguém de alguma igreja apoiar o PT ele passa acreditar no Malafaia,ou o diabo que é a mesma coisa.

  13. Parreiras Rodrigues Responder

    Sérgio mais por fora que bunda de índio. Uma das causas do crescimento do PT foi justamente a participação da minha igreja, a Católica, através das chamadas eclesiais de base. Pensei que ela tinha se reencontrado com Deus, tomado juízo. .

  14. EDILSON HUGO RANCIARO Responder

    A Igreja foi a principal fundadora da revolução no campo e o PT se aproveitou e criou o Stédile.

Comente