Uncategorized

Esquerda funcionária ataca a E-Paraná

avatars-000034357180-cpx4wb-t500x500

A E-Paraná herdou gravíssimos problemas estruturais dos anos em que o governo estava nas mãos do PMDB. Nessa época, a TV era usada como instrumento de propaganda política, sem dissimulações e sem pejo. O principal programa nativo era um talk-show conduzido pelo governador Requião, que fazia auto-elogios e achincalhava os adversários sem o menor constrangimento. Aí incluída a imprensa que não concordava com ele. A tigrada da esquerda funcionária adorava. Agora que não há mais politicalha, a mesma esquerda funcionária critica a emissora. Com exceção, é claro, da esquerda funcionária que continua albergada na E-Paraná e que, por lei e pela moral, deveria retornar às suas funções de origem. Rapidamente. Não só a da televisão, mas a de todo o complexo, inclusive a das rádios.

5 Comentários

  1. Cara desconheço esse programa citado mesmo que na época era um espectador acidou por tinha programas de qualidade diferente de hoje que também usam esse canal para a mesma pratica propaganda do governo e o pior agora é que o atual governo gasta milhões em propaganda coisa que o governo anterior não usa é só fazer as contas ao contrario de ficar enganado os outros

  2. Do Mato vc não aprendeu nada mesmo assistindo uma TV educativa. Vai se letrá com mais “acidouidade” antes de comentá!

  3. Do Mato,em vez de falar bobagens,vá se instruir seu inocente útil,partidário,ideológico.Quem se instrui e lê sabe mais e não fala asneiras. vc só faltou dizer que a operação lava-jato é uma operação de ficção e não verdadeira.Não sabe de nada ” INOCENTE”

  4. Eu falo e digito com o eu quiser ta incomodado retira-se sou do mato e não sou letrado so!!

  5. antonio carlos Responder

    Caramba Karamba , o tal Do Mato era fã da escolhinha das terças-feiras, também conhecida como Terça Insana, nãos e lembra dela? Toda a cambada de puxas saco do dono do poder de então ia lá no auditório do MON e ficava dando risada da desgraça alheia, não se lembra? Mas a tal TV E não é regida pela CLT, então a tigrada pode ser demitida se não trabalhar direito, mas será que o Betinho Banana sabe disto? Talvez nem saiba, como ele adora se cercar de cuecas de seda, e você sabe, todo cueca de seda só pensa na própria sobrevivência, o serviço que se lasque.

Comente