Uncategorized

Polícia Federal indicia
almirante e filha

othon_original
O vice-almirante Othon Luiz Pinheiro, ex-presidente da Eletronuclear, foi indiciado pela PF por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Em relatório de 30 páginas, a PF disse que “há evidências” de que as empresas do consórcio que estavam construindo Angra 3 “fizeram um ajuste”, ou seja, combinaram o resultado da licitação. Othon é suspeito de embolsar até R$ 30 milhões em propinas.

Além de Othon, também foi indiciada sua filha Ana Cristina Toniolo, e Flavio Barra, presidente da Andrade Gutierrez Energia, além de cinco intermediários.

5 Comentários

  1. E ainda alguns pedem a volta dos militares,
    Cadeia para esses corruptos, parasitas da sociedade.

  2. Ainda bem que as investigações chegaram na Eletronuclear. Podem
    continuar avançando para todas as Eletros, BNDES e mais…

  3. Já não era sem tempo!
    Mais ainda falta o Mandante de tamanha roubalheira no País!

  4. -Bom final para o “Pai do Programa Nuclear Brasileiro”!!!
    -O Brasil precisa de heróis de verdade e não de oportunistas!!!

  5. Os tentáculos da Lava Jato está mostrando ao povo brasileiro, que, até parece não existir ninguém honesto nesse Governo, pois a cada dia que passa mais um órgão governamental é agraciado com um processo e seus dirigentes sendo denunciados. A PODRIDÃO TOMOU CONTA DO PAÍS. Até quando aguentaremos tamanho disparate ?

Comente