Uncategorized

Papa Francisco
está em Cuba

papa

O Globo

Pela primeira vez um Papa pisou em uma Cuba que, após mais de 50 anos de rompimento, retoma passo a passo as relações diplomáticas e comerciais com os Estados Unidos. Francisco chegou por volta das 16h e foi recebido no aeroporto de Havana pelo presidente Raúl Castro.

Antes dele, apenas João Paulo II, em 1998, e Bento XVI, 2012, estiveram solo cubano, que ainda estava sob embargo americano, em um dos últimos resquícios da Guerra Fria no planeta. Mais do que isso, Francisco é um dos principais responsáveis pela reaproximação entre os governos dos dois países, ao se tornar o principal interlocutor entre os presidentes Barack Obama e Raúl Castro. Durante 18 meses, em encontros secretos no Vaticano e no Canadá, representantes das duas nações maturaram a reaproximação, anunciada em 17 de dezembro do ano passado, uma quarta-feira, em discursos simultâneos realizados pelos dois mandatários.

Se a normalização ainda divide cubanos, e ainda existe um clima de desconfiança do quanto o acercamento resultará em melhorias práticas na vida do povo, sem contar o fato de que os dissidentes da ilha não estão na agenda desta viagem do Pontífice, o papel desempenhado por Francisco o transformou numa espécie de ícone celebrado pela parcela da população esperançosa de que a aproximação com os EUA traga benefícios.

2 Comentários

  1. Sergio Silvestre Responder

    É um PAPA socialista,e a direita o vê com desconfiança,nosso Papa corre riscos de uma conspiração das irmandades obscuras e deve tomar muito cuidado.
    No mundo existe interesses tão escusos que nem imaginamos o que acontece,onde o povo tem que continuar manada,e se alguém se opõe a esses interesses corre muitos riscos.
    Observo que até por causa de algum comentário meu em blogs vejo que sou patrulhado por idiotas que as vezes até o fazem para por medo.
    Mas isso não é exclusividade dos idiotas brasileiros,pelo mundo tem muito louco solto,louco com cinco estrelas,loucos com mandato,loucos de toga,muito cuidado Papa.

  2. Rafael Êrico Kalluf Pussoli Responder

    Essa visita é o fato mais importante desse ano,pois a paz voltará pelas Santas mãos e pela sabedoria do Papa Francisco.

Comente