Uncategorized

“Vai pra casa, Dilma”, diz Campagnolo

fiep
Sinais fortes de que vivemos tempos de mudanças na República e também aqui na província, foram manifestações na posse de Edson Campagnolo, reeleito presidente da FIEP. O representante do governo do Estado, Eduardo Sciarra, foi vaiado ao defender novos impostos e ajustes fiscais no plano estadual. Ele, que é um híbrido de aliado de tucano no Paraná e seguidor da Dilma na República, não faz sucesso de público. Quem faz sucesso, neste momento, é o senador Alvaro Dias, que se mantém distante de todos os governos e não dá um dia de trégua ao petismo. Foi aplaudidíssimo. E para encerrar, o presidente Edson Campagnolo desceu o sarrafo nos excessos tributaristas de todos os governantes. Terminou com um “vai pra casa, Dilma”, que falou por todos. Campagnolo sobe aos céus da política paranaense como virtual candidato a um cargo majoritário, provavelmente o de senador da República, em 2018.

6 Comentários

  1. Essa é maior piada que escutei nestes últimos tempos. Este cara pode ser candidato a governador de alguma igreja nova, nada mais.

  2. O que se pode esperar de um homem que mesmo sabendo de que quando concorreu ao cargo de presidente da fiep pela 1a vez, não tinha salário, e depois conseguiu aprovar um verba de representatividade de entorno de R$ 60.000 / mês ?

    É este tipo de gente que o país não precisa !

    Vamos dar um basta aos aproveitadores !

  3. miron gilberto parabocz Responder

    Esses que queimaram o COMPAGNOLO,nao aceitam quem trabalha, só podem ser da turma da DILMA.

  4. Luiz Alberto de Souza Responder

    parabéns meu amigo pela reeleição! que Deus te abençoe a cada dia…grande abraço

Comente