Uncategorized

Janot tradutor

Vera Magalhães / Radar on-line

Com a volta do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato ao Brasil, o procurador-geral da República se lembrou de uma história curiosa envolvendo o processo de extradição.

Em fevereiro de 2014, no último dia de prazo para enviar a documentação traduzida para o italiano, a PGR recebeu de uma empresa a tradução do acórdão de condenação de Pizzolato no mensalão e diversos documentos que deveriam ser anexados ao processo.

Como muitos termos jurídicos e técnicos estavam errados, Janot, que fez uma de suas especializações na Itália, e seu chefe de gabinete, Eduardo Pelella, tiveram de passar a tarde readequando o texto para evitar nulidades no processo.

Comente