Uncategorized

Com diretores e pais, Richa mantém suspensão de fechamento de escolas

richa - reuniao pais

Em reunião com pais e diretores de sete escolas estaduais nesta quarta-feira (4), o governador Beto Richa reforçou a suspensão de qualquer medida que implique em fechamento de escolas ou colégios estaduais. “Temos compromisso de fortalecer e melhorar a qualidade do ensino público. Por isso, precisamos das nossas escolas abertas e bem estruturadas”, disse Richa.

O governador explicou o objetivo inicial da proposta – reestruturar a distribuição de alunos para melhor ocupar salas de aula – e disse que o governo estadual está sempre aberto ao diálogo para debater qualquer projeto. “Queremos estar sintonizados com os interesses dos professores e pais, que estão na ponta fazendo a educação. Estou à disposição e aberto sempre para o diálogo”, disse o governador.

Richa destacou o compromisso de priorizar a educação. Em 2016, o Estado aplicará R$ 7,8 bilhões na área, o que representa 34,1% do orçamento. “É um valor recorde que nenhum outro Estado brasileiro aplica. Mais uma demonstração prática do nosso compromisso de fortalecer a educação no Paraná”, disse Richa.

O governador também citou avanços na área em cinco anos, como a equiparação dos professores com os demais técnicos de nível superior do Poder Executivo, 60% de aumento salarial e aumento na hora-atividade de quatro para sete aulas semanais. Além disso, o investimento no transporte escolar foi mais que triplicado e 30 mil professores foram beneficiados pela solução do caso Vizivali. Houve contratação de mais de 20 mil profissionais.

O diálogo também foi destacado pelo representante da Associação de Pais, Mestres e Funcionários da Escola Estadual Nossa Senhora de Fátima, Ricardo Vieira. “Muito importante abrir esse espaço para expormos nossa situação e ouvir um esclarecimento do governador”, afirmou Vieira. Ele comemorou ainda a decisão do governo de abrir turmas de sexta série na escola. “Era uma solicitação antiga da comunidade. Vamos conseguir colocar mais alunos na sala de aula e atender toda a demanda.”

Maria Ivonete Vendrametto, diretora da Escola Estadual Dom Orione, no bairro Santa Quitéria, agradeceu a oportunidade de conversar com o governador sobre a proposta de fechamento da escola. “Foi uma reunião muito importante para ouvir os esclarecimentos do governo e receber a notícia de que a escola não será fechada. Estávamos apreensivos”, disse ela. A Escola Dom Orione tem 48 anos e atende atualmente 860 alunos. “Nossa escola é referência no bairro pela educação de qualidade que oferta?”, afirmou.

5 Comentários

  1. A melhor saída para se resolver conflito sempre foi o dialogo, os gestores necessita deste dom para se chegarem a uma solução satisfatória para ambas as parte. A economia Nei sempre é a demonstração da eficiência do gestor, mas o resultado de sua ação, a sociedade quer economia, mas cobra eficiência de ambas as partes.

  2. Do Interior..... Responder

    É isso aí governador. Não negocie com a APP. Não são animais de confiança…

    Ao contrário, negocie diretamente com pais e professores.

  3. Do Interior..... Responder

    Não existe fascismo sem poder. Portanto, a oposição não pode ser chamada de fascista. Nem de golpista, já que não empreende sua volta ao poder. Pede só a deposição de déspotas, ditadores, ladrões e verdadeiros golpistas, já que LuLLarápio admitiu que prometeu uma coisa e “mudou o discurso”.

    Para o PT, mentira é “mudar o discurso”
    Para o PT, dar calote nos bancos públicos é “pedalada”.
    Para o PT, “pedalada! não é como dar um “cheque sem fundos”.
    Para o PT, utilizar de todos os meios imorais (fazendo o diabo), ilegais, mentirosos para “dominar” o congresso e os pobres eleitores desinformados, não é enganação e nem autoritarismo.

    A população está cheio de PT, MST, PSTU, Venezuela, PCdoB e outras ratazanas vermelhas. A população de Quedas do Iguaçu já deu o pontapé inicial contra a milícia MST. Estão exigindo que os marginais do PT saiam das terras pois estão acabando com a cidade.

    Devemos, de agora em diante agir como a população de Quedas. Parabéns Quedas!!!!

  4. O Betinho Banana não demorou muito a voltar as más práticas antigas. Depois das “explicações técnicas” dadas tanto pela Secretaria quanto pelo Sciarra, o Betinho voltou atrás, o cara adora dar tiro no pé. Até parece que odeia o atual emprego.

  5. Cadê a militância? Responder

    Lamentável que toda vez que o PSDB tenta aplicar uma medida de austeridade, em respeito ao dinheiro do contribuinte, tem que voltar atrás porque os sindicalistas protestam.

Comente