Uncategorized

Novo delator promete mapa da propina em Pasadena

O Globo

Uma nova frente de investigação será aberta na Lava-Jato com a promessa de Diego Candolo, apontado como responsável pelo pagamento de propina no exterior pela compra da refinaria de Pasadena, de entregar documentos sobre o esquema de corrupção às autoridades do Brasil e da Suíça. Ele já adiantou que, do total distribuído em suborno pela refinaria norte-americana, US$ 6 milhões foram direcionados para diretores da área internacional da Petrobras, comandada por indicados do PMDB.

O nome de Candolo já havia surgido nas investigações sobre uma Range Rover comprada por Nestor Cerveró, ex-diretor Internacional da estatal, em 2012. As informações prestadas pelo novo colaborador, segundo as investigações, são essenciais para desvendar o repasse de recursos a políticos do PMDB. Os investigadores estão convencidos de que Fernando Soares, o Fernando Baiano, não foi o único operador do partido.

2 Comentários

  1. Meu Deus, quanto mais mexe mais merda aparece, tem que levar a fundo e condenar todos esses vagabundos que se beneficiaram, além de devolverem o dinhiero

  2. Queremos é saber QUANTO a DILMA levou para assinar, SEM LER, o Contrato de compra a Refinaria?

    – A compra foi aprovada em 1 (hum) dia;
    – As ATAS da reunião foram apagadas dos arquivos da Petrobras.
    – Cerveró, segundo Dilma, seria o ÚNICO a conhecer os dados do contrato;

    Ele, Cerveró, tratou dos detalhes, fechou o contrato, pagou ao vendedor…

    Advogados, Técnicos e Engenheiros da Petrobras, NINGUÉM sabia de nada.
    O Conselho, presidido pela Dilma, (são 8), N~enhum deles chegou a ler o Contrato.

    Gabrielli, Presidente da empresa, acha e sustenta que foi um “BOM NEGÓCIO”.
    Gracinha Foster, também defende que foi uma boa compra.

    Ontem o JN, dirigido pelo Bonner, OMITIU as circunstâncias da aquisição da Refinaria. Pouparam a DILMA.

Comente