Uncategorized

Hauly cumprimenta Richa por elevação do PR a 4ª economia do Brasil

Em pronunciamento nesta terça-feira, 24, na tribuna da Câmara Federal, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB) destaca avaliação do IBGE que aponta o Paraná já como a quarta economia do país, passando o estado do Rio Grande do Sul.

Há vários indicadores de saúde econômica. Do crescimento do PIB ao mais importante, a taxa de emprego, sem desconhecer que eles estão relacionados, Pois, bem, o Paraná, apesar da crise, apesar do PT, apesar de todas as mazelas impostas pelo estado patrimonialista, é o estado que apresenta os melhores índices de desenvolvimento econômica. Em crescimento, competitivo, sua economia passa a ser a do quarto estado do país. Não é pouco. Resultados alcançados pelo governo Beto Richa.

8 Comentários

  1. QUE FATO EXTRAORDINÁRIO!!!!
    Agora sim, o nosso Estado vai aparecer no G4 do Mapa do Brasil!
    Já podemos pleitar uma vaga na Libertadora.
    Quanto a trabalhos efetivos pelos cidadãos do Estado, pouco a mostrar não é mesmo, Deputado?

  2. Olha só essa abobrinha !!!
    O governo não planta um pé de alface, não produz um parafuso e merece ser cumprimentado …
    Vale dizer, as pessoas decentes e de bem desse estado trabalham e apesar do desgoverno ainda conseguem se sair bem.
    Esse parlamentar antes secretário da fazenda deixou sua marca: o deficit orçamentário que resultou na calamidade financeira do Estado.
    Os resultados alcançados são do governo – uma pinóia !

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    O governo não planta um pé de alface. Facilita o plantio, oferecendo estímulos ao horticultor. Raciocinio tosco os de uns e outros ai em riba.
    Fosse o contrário, de quinto lugar para baixo, o pau torava do mesmo modo.

  4. PÔ HAULY, ESTÁ NA HORA DE IR PARA CASA —
    “PENDURAR A CHUTEIRA” – POIS O POVO DO PARANÁ NÃO AGUENTA MAIS POLÍTICOS DE CARREIRA (PROFISSIONAIS) DEFENDENDO
    “COISAS INDEFENSÁVEIS”

  5. Ô Parreiras Rodrigues, o que me causa perplexidade é que sempre que aparece uma estatística positiva como essa, cujos fatores nos levam elementarmente a prestigiar muito mais os honestos e zelosos produtores privados que conseguem elevar-se apesar dos “estímulos” governamentais, não raro aparece uma “plantador de abobrinhas” para elogiar o governo ou governador de ocasião.
    Se chove e a colheita dá bem, é pelas graças do governo ou governador de ocasião.
    Mas quando aparece uma estatística negativa aí não se apresenta nenhum plantador de abobrinha nem governante de ocasião para assumir sua responsabilidade.
    Usar esse tipo de estatística para elogiar uma pessoa em detrimento de um contingente enorme de paranaenses trabalhadores é que me causa perplexidade.
    Só isso.

  6. BOA, ZANGADO!
    Todos precisam sair da “zona de conforto” e mostrar mais empenho pelas coisas do Paraná. Ficar elogiando sem apresentar projetos, por menor que possa ser, é uma forma de enganar, passar o tempo, e quando a sociedade começa a despertar, vem nova eleição e as mesmas caras nos santinhos.
    Está na hora de acordar para a outra realidade.
    Este lugar de destaque, pouco ou quase nada vai mudar. Se não houver mais respeito, trabalho e distribuição de rendas.

Comente