Uncategorized

Fedeu

fedeu
Mais uma para complicar de vez a vida do casal Gleisi Hoffmann-Paulo Bernardo. O dono da UTC, Ricardo Pessoa, afirmou em depoimento à Polícia Federal que o ex-ministro Paulo Bernardo, quando ainda respondia pela pasta de Planejamento, lhe pediu R$ 500 mil para a campanha de sua mulher, Gleisi Hoffmann, do PT, ao Senado, em 2010. O GLOBO teve acesso ao depoimento de Pessoa, um dos delatores da Operação Lava Jato. O empreiteiro ressalta que essa doação foi legal e não houve desconto da “conta corrente” de propina que era comandada pelo tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Paulo Bernardo nega ter feito o pedido.

O depoimento faz parte do inquérito que apura a acusação de que a senadora teria recebido R$ 1 milhão para a sua campanha de 2010 com recursos desviados da Petrobras. Tanto o doleiro Alberto Youssef quanto o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmam que o dinheiro foi disponibilizado a pedido de Paulo Bernardo.

9 Comentários

  1. Wilson Carvalho Responder

    Um mar de corruptos num universo de corrupção e corruptores.Como sair deste mar de lama???

  2. O DELCÍDIO ACENDEU A LUZ VERMELHA DO QUARTEL DA BARBY,
    AGORA VAMOS VER O STF TRABALHAR E BUSCAR O CASAL 20
    NAS ENTRANHAS DO PARTIDO QUE VIROU CHACOTA.

  3. Na verdade, todos politicos brasileiros tinha que ser eliminados da face da terra e começarmos tudo de novo,quando pensa se que existe um politico honesto cai se por terra.amem

  4. Quando se viu bandido confessar o crime, esse casalzinho para inglês ver, nem a carinha de madalena esconde a cara de pau da barbie do senado.

Comente