Uncategorized

João Arruda denuncia plano sórdido de venda do PMDB a Fruet

joao-arruda1603a

O deputado federal João Arruda, secretário-geral do PMDB do Paraná, não deixa por menos. Denunciou “um plano sórdido para vender o partido ao prefeito Gustavo Fruet (PDT) na eleição de 2016.” Os maus bofes de Arruda foram provocados pela aproximação do deputado estadual Anibelli Neto à caterva de Gustavo Fruet. Tão escancarada a manobra que Anibelli compareceu à convenção do PDT com ares de aliado de Fruet. O que pretende Anibelli? Segundo João Arruda, quer ser vice de Fruet e para isso precisa solapar a candidatura própria de Maurício Requião Filho.

“O PMDB não vai abrir mão de lançar candidato em Curitiba pra negociar meia dúzia de cargos com o Fruet”, reagiu João Arruda.

8 Comentários

  1. AGORA EU ENTENDO PORQUE O ANIBELLI QUERIA TANTO SER O VICE PRES DO PMDB, ERA UMA MANEIRA DE TENTAR LEVAR O PARTIDO PARA APOIAR O FRUET, GOVERNO QUE ELE TEM VARIOS CARGOS ,EO PESSUTI QUE TAMBEM APOIA O FRUET COMO FICA.

  2. renato crovador Responder

    Deve ser intriga, mas se for verdade seria ótimo para o PMDB e para Curitiba. O Fruet é uma das melhores revelações da política brasileira atual.

  3. MINHA DECEPÇÃO Responder

    Agora dá prá sabe porque o anibrelli brigou para ser vice-presidente do PMDB.
    Briga de interesses?
    Quantos cargos ele tem na Prefeitura dr Curitaba.
    Tudo dominado pelas chefias dos partidos.
    Vale tudo para se reeleger.

  4. essa é a família requião, se concorda é amigo, se discorda é inimigo dos interesses da famiglia, vão lançar o acerola do maurício e transforma o partido em piada, o que de fato já acontece, uma turma de sem votos e inexpressivos, tirando a figura do requião

  5. Uma ótima iniciativa!Merece um prêmio por livrar Curitiba da família Requião.
    O Requião que vá ser candidato lá na Venezuela;não foi ele que disse-após rigorosa vistoria em locu- que lá funciona uma garbosa democracia…

Comente