Uncategorized

Pressão barra aumento do número de vereadores em Foz do Iguaçu

camara - foz

A população de Foz do Iguaçu se mobilizou e impediu que a Câmara local aumentasse seu número de vereadores (de 15 para 19) na sessão desta terça-feira (01). Com a Casa tomada por manifestantes, os defensores da tese acabaram cedendo e tirando de pauta o projeto, que já havia sido aprovado em primeira discussão.

O autor da matéria, Dilto Vitorassi, não gostou e atribuiu o fracasso da iniciativa à chamada sociedade organizada de Foz. “OAB, Acifi e Observatório Social conseguiram jogar para o alto uma economia de um ‘ milhão e 300 mil reais mensais a partir de 2016″, queixou-se o vereador.

Ficou deliberado que nos próximos dias os vereadores vão se reunir com representantes dessas e outras entidades para rediscutir toda a estrutura da Câmara. Vale lembrar que um levantamento do Observatório Social revelou que o Legislativo de Foz tem o maior custo per capita entre as principais cidades do Paraná.

3 Comentários

  1. Ora cortar 15 assessores parlamentares e mais ou menos de 15 a 20 cargos comissionados (muitos deles com gratificação de 50% ou mais) significa que os mesmos não têm o porquê de existirem, pois essa foi a forma imposta pelo autor do Projeto. Que a falta de apresentar a redução de todos esses cargos (INÚTEIS), pois podem ser extintos sem aumentarem o número de Vereadores em Foz. Pura rapinagem. A quem querem enganar, o autor da proposta foi Presidente do Legislativo e nunca pensou em cortar esses cargos, agora, considerados OBSOLETOS. Podem economizar do mesmo jeito sem alteração no número de Vereadores. EXTINGUINDO os cargos mencionados, darão muito mais do que R$1.300.000,00 (Hum milhão e trezentos mil reais) de economia aos cofres públicos. E a criação de 4 cadeiras mais três assessores para cada um, seriam em número de 12, irá, isto sim, resultar numa economia de mais de R$2.800.000,00 (Dois mil e oitocentos reais). A quem os Vereadores favoráveis a matéria querem enganar?

  2. Do Interior.... Responder

    Qual a utilidade do legislativo?
    É menos que merd*, porque esta ainda serve para alguma coisa: adubo.

  3. Confio que esta movimentação ignorante, desse também ignorante vereador, provoque outras duas discussões. A primeira delas é sobre o salários desses incompetentes, oportunistas e aproveitadores, ainda que os denominemos “vereadores”. A segunda discussão que espero ocorrer será sobre o custo dessa casa de horrores que dificulta o bem-estar da população de Foz do Iguaçu.

Comente