Uncategorized

Corrupção na Receita Estadual começou em 2005

Os casos de corrupção na Receita Estadual de Londrina iniciaram em 2005, durante o governo de Roberto Requião (PMDB). As informações foram apuradas pelo Ministério Público, através de depoimentos de empresários. A quadrilha formada por auditores fiscais atuou durante anos. Recebia propinas para não multar as empresas ou reduzir os impostos. No entanto, somente agora o Gaeco tem estrutura policial para investigar e prender os auditores acusados, como acontece em mais uma operação nesta quinta (03).

7 Comentários

  1. Ketlin Pamella Responder

    Os ratos lá embaixo fazem a festa e a cúpula não sabem de nada, Que tipo de administradores públicos são ?

  2. Sergio Silvestre Responder

    Campana a corrupção começou quando fundaram a receita,mas o incremento no roubo foi no governo Richa,não vem com essa não a pónto deles mandar dinheiro para sua campanha a reeleição.Não adianta querer tapara o sol com peneira,

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    Na primeira eleição do Figueira, fiz campanha prá ele, lá na minha Santa Isabel do Ivai.

    Campanha pesada – um fusquinha, papéis e bicaria.

    Na Boca de lá, bar-café do Antonio japonês, defronte ao único ponto de táxi, amigo meu, véinho, coletor de magras apostas do bicho para complentar aposentadoria mixuruca me pega pelo braço na roda da qual eu participava:

    “Parrerinha, esse cara é bom mesmo. Tô querendo votar no Martinez!”

    Subi a serra –
    “Tá doido, Tonho, cê sempre acompanhou os candidatos do meu pai, depois os meus, vai quebrar a corrente votando nesse traste?”

    E desandei a exaltar as qualidades do Mamona Food: Cara inteligente, sério e outras mentiras mais.

    “Tá bom, disse Tonho, me dá meia dúzia de santinho ai que vou levar pro pessoal lá em casa e pro vizinho o Otacílio que vai votar mesmo que de cadeira de rodas, o véio”.

    Eleição ganha, passaram-se alguns meses, vou passear em Sanzabel.

    Na porta da lotérica, a única da cidade, estendo a mão pro bom dia a Tonho que demora aceitar o cumprimento: “Cê mandou votar naquele besta, dai uns meses acabou com o jogo e ainda tive que responder processo na delegacia, lugar que até hoje, nunca tinha entrado.

    Atravessei a av. Gustavo Brigagão, sentei num banco da praça e confesso que chorei…

    Tonho morreu seis meses depois, infarto fulminante, sem saber o porque Roberto Requião havia acabado com o jogo do bicho…

  4. A corrupção no tempo do Requião não havia policiais capazes de descobrir tamanho rombo nos cofres públicos. Porque não havia fiscalização e tudo corria solto igual a escolinha do patrão e os cavalos comendo gratuitamente no haras da Polícia Militar do Estado. De Santo o amigo e eleitor do Lula e Dilma não tem nada. Só quer usufruir das benesses que o Governo lhe propiciou.

  5. Então, pelo que entendo, a corrupção aqui no Paraná, mais especificamente na Receita Estadual somente começou em 2005? Interessante! No Governo Federal, dirigido pelo PT, a corrupção somente começou em 2003? Interessante!
    Para os menos informados, procurem saber, leiam jornalistas responsáveis e que não ganham “jabá” para falar bem ou mal de políticos e pessoas; jornalistas que não tenham interesse neste ou naquele partido!
    Saibam, pois, que NUNCA se roubou tanto neste País desde sempre. Desde o regime militar que alguns idiotas defendem. Desde o Governo neoliberal de um tal Fernando Henrique que alguns idiotas defendem. Desde o tempo de um governador gordo aqui do Paraná que chegou a ser até mesmo do partido do Brizola (PDT) e depois vestiu a carapuça de corrupto (DEM/PSDB).
    Quando no poder, a direita brasileira, mandou e mamou na teta do poder, desde a Proclamação da República até o anos de 2002. Sempre os mesmos e as mesmas famílias. Peguem números oficiais de dívida x PIB, distribuição de renda, pessoas na faculdade, pessoas estudando, jovens estudando, número de analfabetos, números de casas, carros, bens móveis, mapa da fome. Façam comparação e parem da falar besteira.

Comente