Uncategorized

Requião e Gleisi na lista de senadores com pendências no STF

RequiaoGleisi

A prisão do primeiro senador no exercício do mandato desde a redemocratização ainda constrange o Senado. Mas Delcídio do Amaral (PT-MS) está longe de ser o único com problemas na Justiça. De cada dez senadores, quatro estão sob investigação no Supremo Tribunal Federal (STF). Dos 81 integrantes da Casa, pelo menos 31 respondem a inquérito ou ação penal na mais alta corte do país. Quase metade dos investigados representa o PMDB e o PT. Juntos, esses dois partidos têm 14 nomes na lista dos senadores sob algum tipo de acusação criminal. Os dados são de levantamento feito com exclusividade pelo Congresso em Foco. Dois dos três senadores do Paraná tem processo: Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB).

Gleisi é investigada no Inquérito 3979, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, da Operação Lava Jato. O doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa citaram a senadora em seus depoimentos. O doleiro disse que repassou R$ 1 milhão à campanha de Gleisi ao Senado em 2010, por meio de um empresário. Paulo Roberto também deu declaração semelhante. “Não temo a investigação e terei condições de provar que nada tenho com este esquema que atacou a Petrobras. Não conheço e jamais mantive contato com Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef”, assegura a senadora. Ainda é alvo do Inquérito 4130 (investigação penal).

Requião é investigado no Inquérito 3526 por calúnia e difamação. O autor da denúncia é Nelson Pessuti, irmão de Orlando Pessuti, que foi vice de Requião quando o peemedebista era governador do Paraná. O senador explica que se manifestou nas redes sociais acerca de denúncias de desvio de recursos na imprensa oficial do estado do Paraná. “A representação foi feita por um terceiro, que se sentiu atingido com a notícia. As ações cíveis já foram julgadas e vencidas pelo senador”, afirma a assessoria de Requião.

1 Comentário

  1. O Paraná,infelizmente,tem 3 senadores que não representam a grandeza deste pujante estado:Gleise,senadora do PT(desnecessário fazer qualquer outra ponderação);Requião(velhaco bolivariano,defensor de regimes ditatoriais,como a Venezuela) e Álvaro Dias(um embusteiro,apoiador do ministro Fachin-o jurista que “tomou partido”).

Comente