Uncategorized

Processo de impeachment estará resolvido até março, diz Cunha

cunha AC_ agencia o globo

O Globo

BRASÍLIA – O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse na noite desta segunda-feira, em entrevista à TV Câmara, que o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff estará resolvido até março de 2016. Ele disse que o governo da presidente Dilma Rousseff está vivendo um “momento de contestação” e que hoje ele não tem mais do que 200 votos de apoio na Câmara. Cunha afirmou que nunca um presidente foi alvo de tantos pedidos de impeachment e que “PT e PMDB já deram o que tinham que dar juntos numa aliança”. Ele disse que o presidente da Câmara não pode ser “empregado” do Executivo e avisou que a Casa continuará sendo uma “trava” ao aumento de impostos.

– O ano de 2015 teve uma coisa atípica, que foi a aceitação do pedido de impeachment. E não vamos fechar os olhos, mas isso vai se resolver até março de 2016. Será um ano que terá muitas mudanças. O ano de 2015 não é um ano médio, da política. De tédio, nenhum de vocês morreu esse ano. O debate mais relevante de 2015 é que mudamos o conceito de que a Câmara tem que ser um anexo do Palácio do Planalto. O governo não tem mais do que 200 votos (de 513), não tem a maioria da Câmara; pode ter maioria no Senado. O governo acha que o deputado vai votar por causa de um empreguinho ou um cargo. Continuam na velha política — disse Cunha, no programa “Conversa com o presidente”, acrescentando: — Se depender de mim, o PMDB e o PT já deram o que tinham que dar juntos. O PT queria submissão.

2 Comentários

  1. Sergio Silvestre Reply

    Até Março se o CÚnha não estiver na cadeia,que abram as prisões e soltem todos os malfeitores do Pais.

  2. SOLANGE LOPES Reply

    Bunda tatuada, se Deus quiser, até março estará na cadeia o CÚnha, o Lulla e seu filhote, aprendiz de malfeitor.

Comente