Uncategorized

Dilma sobrevoa áreas atingidas pelas chuvas

DILMA1

A presidente Dilma Rousseff aproveitou a passagem do feriado de Natal com a família, no Rio Grande do Sul, para sobrevoar na manhã deste sábado as áreas atingidas pelas fortes chuvas no estado, principalmente na Fronteira Oeste, onde segundo dados da Defesa Civil, as enchentes tiraram 1.795 famílias de suas residências, além de afetar 38 municípios.

Dilma saiu de Porto Alegre em um helicóptero com destino à Base Aérea de Canoas, por volta das 9h. De lá, a presidente embarcou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), em direção a Uruguaiana. Logo que desembarcou, por volta das 10h30m, Dilma se encaminhou para o sobrevoo, sem falar com a imprensa, de acordo com o G1. Após o sobrevoo, a presidente vai se reunir com os prefeitos das cidades atingidas, acompanhada de representantes do Ministério da Defesa.

Ainda segundo o G1, o governo federal já liberou ao menos R$ 6,6 milhões para seis municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O Ministério da Integração Nacional afirma que, com esses recursos, as prefeituras podem fazer obras para reparar os dados causados pelas enchentes. Entre as cidades catarinenses que receberam recursos estão Rio dos Cedros (R$ 394 mil), Corupá (R$ 1,1 milhão) e Rio Negrinho (R$ 969 mil); além dos municípios gaúchos de Cruzaltense (R$ 2,6 milhões) e Mato Leitão (R$ 383 mil); e a cidade paranaense de São Jorge D’Oeste (R$ 1,2 milhão).

Outros quatro municípios de outras regiões também ganharam verbas federais para executar ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais por conta das chuvas: Itabuna (BA), R$ 3,1 milhões; Ilhéus (BA), R$ 3,5 milhões; São Pedro do Suaçui (MG), R$ 250 mil e Poxoréo (MT), R$ 3,8 milhões.

A chuva que castiga parte do estado durante o feriadão de Natal, quando um temporal elevou os níveis dos rios Uruguai e Quaraí, já levou 12 prefeituras a decretarem situação de emergência: Liberato Salzano, Trindade do Sul , Nonoai , Santo Ângelo , São Miguel das Missões, Guarani das Missões, Roque Gonzáles, Cândido Godói, Uruguaiana, Quaraí , Passa Sete e Não-Me-Toque .

Na quarta-feira, o rio Quaraí atingiu a marca histórica de mais de 15 metros acima do nível normal. A maior cheia que a cidade tinha registrado até então foi em 2001, quando o rio chegou aos 14 metros acima do normal.

Cidades atingidas:

15 de Novembro

Cachoeira do Sul

Cândido Godói

Cruzaltense

Engenho Velho

Erechim

Floriano Peixoto

Forquetinha

Fortaleza dos Valos

Gramado dos Loureiros

Guarani das Missões

Ibirubá

Liberato Salzano

Marques de Souza

Publicidade

Não-Me-Toque

Nonoai

Nova Ramada

Passa Sete

Pejuçara

Progresso

Roque Gonzales

Santa Rosa

Santo Ângelo

São Miguel das Missões

Sete de Setembro

Três Palmeiras

Trindade do Sul

Venâncio Aires

Municípios com pessoas fora de casa:

Agudo

Alegrete

Barra do Quaraí

Itaqui

Jaguari

Quaraí

Publicidade

Rosário do Sul

São Borja

Uruguaiana

6 Comentários

  1. DINHEIRO?

    R$6 milhõs.

    Dá para comprar alguns rolos de Lona Plástica e reformar 3 pontes.

    PICARETAGEM da farsante.
    Coisa de Marqueteiro Barato.

  2. Meu Deus o Fábio Campana deu um noticia positiva sobre Dilma, será que o espirito natalino se apossou do homem. INACREDITÁVEL.

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    Vai mandar recursos para remendos pontuais, paliativos.

    Medidas imediatistas que não resistem a uma repetição do desastre.

    Nem ela, nem governadores, nem prefeitos, além da retirada das famílias das áreas de risco, falam no desassoreamento dos rios – sem caixa para a vazão normal das águas, tomada pela terra, por entulhos – no restabelecimento das matas naturais de proteção.

    É o c* da anta!

Comente