Uncategorized

Quebrado, governo Dilma torra R$ 56 milhões em cartões corporativos

Patricia Santos AE - Cartao Cartoes Corporativos copy

Ainda resta contabilizar os gastos do mês de dezembro e as faturas de cartões corporativos do governo federal consumiram R$ 56,2 milhões do suado dinheiro do contribuinte. Apesar de campeões de gastos, a Presidência da República (R$ 15 milhões) e o Ministério da Justiça (R$ 14 milhões) mantêm 97% dos gastos sob sigilo da sociedade e ainda alegam que o segredo é a forma de garantir a segurança do Estado.

O gasto médio de cada um dos 6.535 cartões corporativos listados na Transparência até agora foi de R$ 8,6 mil, idêntico ao torrado em 2014.

Três portadores romperam a barreira dos R$ 100 mil, mas o campeão, com R$ 147 mil, é José Roberto da Silva, do Ministério da Educação.

Não custa lembrar que cada centavo dos R$ 56,2 milhões saiu do bolso do contribuinte sem realização de qualquer tipo de processo licitatório.

5 Comentários

  1. Segurança do estado !? É para camuflar a roubalheira às custas
    do nosso bolso. Bando de ladrões !!!

  2. Antes de tudo, quero desejar ao Fábio e sua família, bem como a todos os seus leitores e comentaristas um FELIZ ANO NOVO e muitas FELICIDADES para este ano. Todos nós merecemos. Dizer que esses GASTOS são para GARANTIR A SEGURANÇA DO ESTADO ou para ENCOBRIR “AS MUTRETAS” realizadas através desses CARTÕES CORPORATIVOS. Isso tem que ser TRANSPARENTE, pois faz com que pensemos que é o PIXULEQUINHO que o governo dá a seus apaniguados. Há sinceridade nisso?

  3. Voto secreto é voto de covarde. Cartão corporativo sigiloso é sinô-
    nimo de corrupção e fim de papo !!!

  4. A Dilma alega que o sigilo dos cartões corporativos é para segurança do Estado? Ah, sim é para o seu estado físico e para continuar a roubando o Estado brasileiro.

Comente