Uncategorized

Samba, suor e corrupção

por Fábio Campana

Para não cansá-los, vou tentar resumir a opereta bufa brasileira em seus traços mais fortes. Dramáticos Vamos lá: Corrupção, bandalheira, escândalos em série. Caos na política, incompetência, desgoverno. Temos recessão de 3,6%, a inflação alcançou os dois dígitos, beira 11%. Mais de nove milhões sem emprego. Cresceram os bolsões de miséria absoluta. O Sistema de Saúde faliu. Temos epidemias de dengue, zica virus, chicungunha. Assustador o número de crianças que nascem microcéfalas. O sistema de Educação deteriorou tanto que há educadores que aconselham a pensar em educação doméstica para evitar as deformações da pública. Este é o país do carnaval, que um dia foi do futebol, e que agora é apenas essa choldra que entristece e desanima, o que restou de anos de incúria e roubalheira.

8 Comentários

  1. Prepararados para o novo assalto que o Leão da dilMAIS vai tentar com a CPmF? Novos reajustes na energia elétrica e gasolina?

  2. O lulopetismo é o mal em si, um cancro destruidor que deve ser destruído. Lula e Dilma são os sintomas deste cancro, as manifestações malignas do tumor.

  3. Se um dia imaginamos que o Brasil atingiria o patamar dos países
    desenvolvidos, esquecemos que por trás dos bastidores estavam o
    PT e seus aliados cavocando o buraco que enterraria os brasileiros
    definitivamente. Definitivamente porque para ressuscitar um país
    moribundo não vai ser possível apenas com a boa vontade e a cabe-
    ça dos que não votaram no PT e sim com a ajuda de Deus…

  4. Mestre Campana; Na dolorosa lista de epidemias dignas dos buracos mais pobres e infectos do universo, faltou uma que estava erradicada do Brasil desde 1942, graças ao trabalho sério de Osvaldo Cruz, e outros cientistas que o sucederam.
    Sim, só podia ser coisa do Petismo ordinário: A febre amarela voltou aos meios urbanos.
    Nas cidades o vetor da febre amarela é o Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e a febre Chicungunha….portanto, ficou fácil pro bichinho tomar conta do problema
    E semana passada ele já fez sua primeira vítima fatal, uma mulher.
    Maldito PT.

  5. Ótima síntese, Fabio!
    Uma sugestão aos leitores, se me permite:
    Copie-se o texto em pequena tira de papel, corte-a em sete pedacinhos, enrole-os e engula-os sete dias seguidos, em jejum, fazendo o seguinte pedido: “Afaste de mim esses males e dos nomes dos malévolos no dia da eleição. Assim seja!”
    Similia similibus curantur.
    Se não curar, mal não fará, pois já está feito, e como está.
    Um Novo Ano profícuo, Fabio, sendo possível (como diria Ciro Monteiro).

Comente