Uncategorized

Eleições 2016: novas regras elevam risco
de doações ilegais

Diante das novas regras que proíbem doações de empresas para campanhas eleitorais, os partidos oficialmente recorrem à militância em busca de doações individuais para colocar de pé campanhas de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador. Mas no mundo político pouca gente acredita que o financiamento eleitoral ficará restrito ao que prevê a lei. Com a proibição de empresas doarem a candidatos e partidos políticos, especialistas apostam – e deputados admitem – que as eleições municipais de 2016 poderão representar a explosão do caixa dois. Alertam também para o risco de que o CPF de eleitores seja usado indevidamente para justificar doações ilegais. As informações são de Laryssa Borges e Marcela Mattos na Veja.

1 Comentário

  1. Por isso o financiamento público é pura demagogia e populismo. O correto seria regulamentar de vez o lobby no Brasil e parar de tapar o sol com a peneira rasgada!
    @thiagohart

Comente