Uncategorized

Governo debate uso de reservas internacionais para abater dívida bruta

Painel, Folha de S. Paulo

Integrantes do governo debatem o uso de parte das reservas internacionais do Brasil, hoje em US$ 369 bilhões, para abater a dívida bruta do país. Acreditam que a medida ajudaria a melhorar a situação fiscal e a baixar os juros, sem aumentar a inflação. O Planalto vê “com simpatia” a ideia, mas não pretende fazer o movimento agora, com o dólar em alta. O plano, se vingar, é agir somente quando a economia der sinais de melhora — o que ainda pode demorar a acontecer.

É o que dá – O dinheiro pago pelo governo aos bancos públicos pelas pedaladas deve destravar empréstimos estratégicos, via BNDES, para três setores: construção civil, exportação e infraestrutura. O maior foco será para bancar o capital de giro de pequenas e médias empresas.

4 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    Este governo não precisa de um impedimento. Precisa de uma interdição. Dilma Vader e sua equipe do lado escura da Força, encarnam todos os conceitos da incapacidade absoluta e da prodigalidade. O que salvou o país até agora da bancarrota completa são as reservas internacionais. Sem elas, a diferença entre o Brasil e a Argentina será apenas o idioma.

  2. ISTO É ROUBO……. É SAQUE….. ESTES SINDICALISTAS ESTÃO ACABANDO COM O PAIS

  3. Medidas como esta foram tomadas por Madame K e pela sua trupe de gênios, as reservas cambiais dos hermanos quase desapareceram. E o país não ficou melhor.

  4. Caro FÁBIO, o desgoverno da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, comandada pela guerrilheira Presidente DILMA A PERDULÁRIA, realmente perdeu o rumo e está chegando no fundo do poço, das reservas internacionais consolidada pelo empresariado com as exportações. Quando eles consumirem as reservas internacionais chegarão no fundo do poço, e aí não terá mais nada a roubar. A sociedade estará despedaçada. Não haverá salvação, e os mais fragilizados passarão fome. Cada voto fornecido aos candidatos dos partidos PT, PMDB, PP, REDE, PSOL, PCdoB, PDT e os demais cooptados é mais um tijolo na sustentação dessa ESCÓRIA que está dilacerando a economia do país. Atenciosamente.

Comente