Uncategorized

Kireeff decreta situação de emergência em Londrina

índice

Em entrevista coletiva realizada no início da tarde desta terça-feira (12), o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), decretou estado de emergência no município. A decisão foi tomada por causa dos diversos estragos provocados pela chuva dos últimos dias. As informações são d’O Bonde.

De acordo com o prefeito, será feita uma mobilização de várias órgãos. Um levantamento da situação de todos os bairros da cidade será confeccionado por uma equipe conjunta composta por membros do Corpo de Bombeiros, da Sanepar, da Copel, da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), da Defesa Civil e da própria prefeitura.

Uma das pontes da rodovia Mabio Gonçalves Palhano, na zona sul, foi levada pela chuva.

As prioridades serão assinaladas de acordo com a gravidade da situação. Locais que estejam colocando vidas em risco serão atendidos primeiro, seguidos pela normalização dos abastecimentos de água e luz e de reparos na infraestrutura urbana, sobretudo viária.

Mais cedo, durante entrevista ao vivo concedida ao Jornal da Tarobá, Kireeff havia aventado a possibilidade de pedir ajuda ao Exército Brasileiro, cujo departamento de Engenharia e Construção poderia oferecer, por exemplo, pontes móveis que seriam colocadas no lugar das estruturas avariadas ou levadas pela enxurrada.

Um cronograma detalhado de reconstrução será feito em breve.

3 Comentários

  1. Caro FÁBIO, esses eventos climáticos estão colocando em cheque os engenheiros estruturalistas, as empresas de construção, CREA, Departamento de Fiscalização do Obras do DER, pois quando ocorre um caso, pode acontecer, é acidente, porém estão ocorrendo casos bizarros de pontes, bueiros e demais obras rodoviárias. Tem algo de estranho ocorrendo. Entendo que o CREA deve manifestar-se e fazer-se presente para estudar, analisar, desfiar esses casos bizarros, para evitar que a engenharia paranaense fique comprometida pela baixa qualidade técnica no desenvolvimento de projetos e execução de obras. Por outro lado, a simples construção no mesmo lugar, caracteriza ignorância e incompetência, pois o MUNDO está passando por um período de MUDANÇAS CLIMÁTICAS e a sociedade não sabe o que está por vir. Os dirigentes devem colocar suas barbas de molho, inclusive o governador que se denomina como engenheiro e os demais secretários e elevar o nível do piso das novas obras a serem estabelecidas.. Atenciosamente.

  2. Sergio Silvestre Responder

    A velha pontinha da Mabio Palhano resistiu e a nova mesmo sendo ao lado da velha não aguentou.Observei isso segunda vindo das praias para o norte ali entre Telemaco Borba e Ortigueira onde morreram no final de semana quase uma dezena de norte paranaenses e vi com saudade o antigo asfalto feito na época do Ney Braga a 50 anos que ainda resiste.Já os remendos e recapagem da concessionáriaesfarelam como massa podre.

  3. Opa, o Calça Frouxa bronzeou as nádegas tatuadas com seu modelito de sunguinha fio dental.

Comente