Uncategorized

Presidente da URBS diz que empresas querem tarifa técnica de R$ 4,00

gregorio1

“Estranha o fato de empresas terem feito o pagamento a funcionários da região metropolitana e não terem feito para os da capital. Empresas que atuam nas duas áreas. Os empresários estão buscando uma pressão por uma tarifa técnica de R$ 4 e nós não vamos ceder”.

Roberto Gregório, presidente de URBS, em entrevista à Banda B nesta terça-feira (12).

6 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    Mande o povo andar de bicicleta, como Maria Antonieta. E o prefeito pode dar o exemplo dispensando carro oficial e motorista. Fruet é o Luis XVI de Curitiba.

  2. Isso é um teatro farsesco!O Fruet vai conceder o aumento da tarifa e quem vai pagar a conta é o trabalhador,mais uma vez…

  3. Francisco Carlos Responder

    Isto é o resultado do desmando deste País, onde o poder econômico sempre prevalece. Falta pulso do governo. O TC não demonstrou que a tarifa técnica teria que baixar? E porque não baixou????????? Tirem suas próprias conclusões, porque eu já tenho a minha.

  4. VAGABUNDOS,MARGINAIS,JÁ NÃO NOS ROUBAM QUE CHEGA,FALTA É GOVERNO PRA ACABAR COM AS ROUBALHEIRAS DESSA QUADRILHA DE BANDIDOS.

Comente