Uncategorized

Delfim Netto: ‘O PT pode ser contra, o PT não sabe regra de três’

delfim

O economista e conselheiro do ex-presidente Lula, Delfim Netto afirma que, a favor do Brasil, Dilma deve se colocar contra bandeiras petistas. Diz que o governo precisa enfrentar o “problema” da Previdência e aponta que “não há a menor dúvida” que houve estelionato eleitoral. As informações são de Sérgio Roxo n’O Globo. Confira a entrevista:

A solução para a crise é mais política ou econômica?
Delfim: É óbvio que a política precede a economia. Não adianta ser economista sem poder. Se você não tiver um controle da política, dificilmente terá controle da economia.

Foi o que aconteceu com o ministro Joaquim Levy?
O Levy tinha um bom programa, mas não conseguiu executá-lo. Tanto o (atual ministro da Fazenda) Nelson (Barbosa) quanto o Levy são igualmente competentes. Por isso, não vejo razão para imaginar que a substituição do ministro seja condição necessária para mudar. O problema é que você não consegue organizar a sociedade para fazê-la voltar a funcionar.

O que acontece?
Há uma dúvida sobre a capacidade de o governo administrar o país. Você não pode ter um presidencialismo sem Presidência. Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o impeachment está fora do radar. Portanto, temos que usar a Dilma.

O que ela precisa fazer?
Todo mundo sabe que o sistema de aposentadoria viola as regras da aritmética. É um problema que vai ter que ser enfrentado. Em segundo, as vinculações são absurdas, incompreensíveis. Vinculação é estar num avião, ligar o piloto automático e esperar acabar a gasolina. Também não se pode manter tudo indexado ao salário mínimo. O quarto ponto é: nenhum empresa hoje sabe qual o seu passivo trabalhista. Porque a Justiça do Trabalho parte da hipótese de que todo trabalhador é hipossuficiente e todo empresário é ladrão.

Mas o PT historicamente é contra essas medidas?
O PT pode ser contra. O PT não sabe regra de três. Se for necessário, (ela deve) dizer: “Nós vamos ensinar regra de três ao PT”.

Ela teria que se colocar contra o PT?
Ela não vai se colocar contra o PT coisa nenhuma. Ela tem que se colocar a favor do Brasil. Se o PT for contra, ele que está contra o Brasil. Ou faz isso, ou morre.

Como a economia pode voltar a funcionar?
Existe um equilíbrio entre o que você tem que investir e o que você tem que consumir. O Brasil não é especial. A ideia de que o Brasil é um teratológico (teratologia é o estudo das deformações orgânicas) é mentira. Teratológico é o seu governo.

A presidente não está cumprindo o papel dela?
Ela tem que assumir a responsabilidade.

Falta traquejo político para ela?
Não. O primeiro ano da Dilma, em 2011, foi perfeito. Em 2012, a coisa começou a desandar, quando ela começou a pôr mão na energia elétrica, nos juros. Em 2014, houve um destempero fiscal muito grande porque já havia uma recessão e não houve disposição de cortar a despesa por causa da eleição.

Houve estelionato eleitoral?
Sobre isso, não há a menor dúvida.

A Lava-Jato está atrapalhando a economia?
Acho isso uma tolice. Ainda que tenha prejudicado alguma coisa agora, daqui cinco anos a Lava-Jato garante mais 1% ou 2% de crescimento por ano porque mostra que as instituições estão muito mais sólidas.

5 Comentários

  1. alcides lindner Responder

    Eu, particularmente gosto de ler sobre a opinião do delfim. Mas, ele está muito bonzinho com o PT. Tá muito econômico. Nunca a roubalheira nesse país foi tão grande antes da era PT.

  2. BRUNA SURFISTINHA se filiou ao PT e estuda ser candidata com o seguinte slogan, depois que viu o Lula dizer que é a alma mais pura. Seu slogan será assim: ‘NÃO HÁ ALMA MAIS VIRGEM QUE A MINHA, VOTE NA BRUNINHA”

  3. Esse personalidade sempre vem pregar “soluções elementares” para crises nessas ocasiões duvidosas como se fosse um “papai sabe tudo” mas de validade vencida. Ufa …

  4. Doutor Prolegômeno Responder

    É inegável seu saber e sua cultura econômica. Mas, das suas gestões ministeriais, a única que teve qualquer êxito foi no início do governo militar. Depois, um fracasso atrás do outro. De qualquer forma, a opinião dos anciões, ainda que aliados dos lulopetistas, deve ser ouvida com atenção.

  5. SOLANGE LOPÉS Responder

    Doutor Prolegômeno, ancião de onde? O homem não tem um fio de cabelo branco.

Comente