Uncategorized

Entenda as regras do Imposto de Renda 2016

O Globo

Nesta terça-feira, a Receita Federal divulgou as regras de declaração do Imposto de Renda em 2016 (referente ao ano-calendário 2015). Entenda o funcionamento do imposto abaixo, de acordo com informações do órgão:

QUEM DEVE DECLARAR?

– Todos que tiveram rendimentos tributáveis superiores a R$ 28,123,91 no ano;

– Pessoas que tiveram rendimentos isentos (como a poupança) superiores a R$ 40 mil;

– Quem teve, em qualquer mês do ano, ganhos de capital na venda de bens e direitos sujeitos a incidência de imposto;

– Quem realizou operações em bolsas de valores;

– Produtores rurais que tiveram receita bruta superior a R$ 140,6 mil no ano;

– Quem pretende compensar prejuízos de anos anteriores;

– Quem teve, em 31 de dezembro, a posse ou propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua, acima de R$ 300 mil;

QUANDO?

– A entrega da declaração começa em 1º de março e vai até 29 de abril. O programa estará disponível para download a partir de 25 de fevereiro;

QUANTAS PESSOAS DEVEM DECLARAR?

– 28,5 milhões. No ano passado esse número foi de 27,9 milhões;

TABLET E SMARTPHONE

– A declaração por meio desses dispositivos ainda não tem data para começar porque depende dos sistemas Android e IOS para ir ao ar;

– Não podem declarar via tablet ou smartphone:

Quem teve rendimentos tributáveis superiores a R$ 10 milhões em 2015;

Quem recebeu rendimento no exterior;

Quem teve rendimentos com exibilidade suspensa;

DEDUÇÕES

Desconto simplificado: quem opta pela declaração simplificada tem um desconto automático de 20% limitado, neste ano, a R$ 16.754,34;

– Por dependente: R$ 2.275,08;

– Por instrução: R$ 3.561,50 (por CPF, do titular ou dependentes);

– Por empregado doméstico: R$ 1.182,20 (limitado a um empregado);

– Despesas médicas não têm limite.

Comente