Uncategorized

Bernardi diz onde Fruet pode cortar gastos

bernardi

do Aroldo Murá

Ao aproveitar a visita da secretária de Finanças, Eleonora Fruet, à Câmara Municipal de Curitiba, o vereador Jorge Bernardi, líder da Rede Sustentabilidade, voltou a sugerir, na semana passada, ao prefeito Gustavo Fruet (PDT), o corte de despesas públicas como forma de enfrentar a crise “e pagar por exemplo as dívidas de curto prazo”.

Discursando na Câmara, Bernardi lembrou que, em tempos de crise, “a grande saída é pensar nos menos favorecidos e abrir mão de determinados projetos em favor da maioria, ao contrário de alguns que apostam no “quanto pior melhor”.

Disse Jorge Bernardi que “a ideia é contribuir para o pagamento, por exemplo, das dívidas mais urgentes através de medidas como o corte de gastos com servidores em cargos comissionados e extinção de órgãos públicos para enfrentar os desafios.

No ano passado, Bernardi sugeriu que o Legislativo devolvesse aos cofres da prefeitura, R$ 45 milhões do Fundo da Câmara Municipal, verba que seria destinada para a construção de um prédio novo para a casa de leis. A medida deve ser implementada este ano.

O vereador também havia recomendado (e voltou a insistir) que Fruet proceda a extinção de 307 cargos de confiança e alguns órgãos municipais, o que proporcionaria economia de R$ 50 milhões/ano.

5 Comentários

  1. TRAIU SEU PARTIDO AGORA QUER SER O DONO DA VERDADE., JORGE PROCURE CAMINHÃO DE VOCE CAIU.

  2. Ainda sobre a operação contra os bandidos da receita estadual – ELES NÃO RESPEITAM A SOCIEDADE E O POVO !

  3. Nico do Salão Responder

    Com todo o respeito que o Sr. merece, depois que o Sr. dormiu de touca, e desperdiçou R$5.000.000,00 em verbas para o ProJovem , verba pronta, colocada, liberada, para os jovens do Paraná, por incompetência pura.
    A culpa foi sua sim…se tem projeto aguardando licitação, cobre diariamente a comissão de licitação, o gestor, o secretario, o prefeito. Não, o Sr. gosta de confrontos e não correr atrás do trabalho. Pare o Sr. é inteligente ainda da tempo de mudar os hábitos.

    E tem outra coisa, se o Sr. tivesse sido demitido pelo prefeito, antes do ocorrido, (seu cargo era de comissão, ou não,)
    os JOVENS DO PARANA DE ONTEM, HOMENS HOJE, PODERIAM TER UMA PROFISSÃO QUALIFICADA.
    Pois é seu Jorge, menos menos.

    Mas tem uma coisa tem pelo menos uns duzentos comissionados poderiam ir pra rua.

    Bernardi empurrou o problema para outra Secretaria. “Já estamos em contato com o Ministério para tentar reverter a situação. A irregularidade aconteceu não por causa da nossa secretaria, mas sim da secretaria municipal de Administração, responsável pela formulação do processo licitatório”, disse Bernardi

  4. Dionleno Silva Responder

    Bernardi nunca fez absolutamente nada de útil em toda sua vida pública, mas desta vez ele tem razão, se bem que qualquer um é melhor que o pior prefeito da história de Curitiba.

Comente