Uncategorized

Arrependido por apoio a Dilma, Pauliki é hostilizado em protesto

pauliki

Johnny Willian Soares, Blog do Johnny

O deputado estadual Márcio Pauliki (PDT) saiu às ruas para apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). “Nos últimos anos, os governos Lula e Dilma promoveram um crescimento social e sustentável. Houve uma universalização da educação básica e uma democratização do acesso ao ensino superior. Foi superada a pobreza extrema. Temos hoje mais de 42 milhões de pessoas que ascenderam à classe média. É por estas questões e principalmente pela manutenção dos programas de inclusão social, que vão reduzir cada vez mais a desigualdade, como o Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida e Minha Casa Melhor, que estão transformando a vida das pessoas, nós por coerência política e partidária, estaremos sim ao lado da presidente Dilma”, declarou Pauliki o seu apoio à petista em entrevista ao Blog do Johnny logo após ter sido eleito.

Hoje, Pauliki participou do protesto na Avenida Vicente Machado em Ponta Grossa e foi hostilizado pelos manifestantes. Em sua página pessoal no Facebook, o deputado disse estar arrependido por acreditar em Dilma e foi chamado de “cara de pau” pelos internautas. “Confesso que, assim como muitas pessoas em todo Brasil, acreditei num projeto de governo que, infelizmente, não se realizou.
Hoje, reconheço que o melhor caminho para que o Brasil volte a crescer é que, se for legítimo e dentro da lei, haja o afastamento da Presidente”, defendeu o deputado.

Nas últimas eleições, Pauliki ao lado de petistas e comunistas, saiu às ruas pedindo votos para a reeleição da presidente Dilma. No mesmo local que hoje Pauliki saiu para defender o impeachment, a Avenida Vicente Machado, o pedetista esteve no dia 26 de outubro de 2014 comemorando a vitória de Dilma. Se dizer arrependido no momento que o país sai às ruas contra a corrupção e protesta contra o governo que ajudou a eleger, parece ser oportunismo.

8 Comentários

  1. Caro FÁBIO, lamentável, o principiante, infantil deputado PAULIKI é um ingênuo, pois acredita no dinheiro do PAPAI NOEL(Gleisy). Necessita de posição para manter suas lojas abertas, e acredita que no socialismo ainda teria oportunidade. Ledo engano. Entrou na via errada, e não tem mais como voltar, pois a sociedade lhe cobrará um posicionamento coerente, e coerência ele não possui mais. Desejou ser mais um deputado ” espertalhão”, e caiu do cavalo. Já era, irá apoiar o Aliel em outubro/16 para prefeito. Já sabe o que irá acontecer. Atenciosamente.

  2. A SITUAÇÃO DOS BRASILEIROS EDTA TÃO RUIM,QUE,QUEM TEM CINQUENTÃO NO BOLSO,TA RICO,TUDO GRAÇAS AO MAIOR ASSALTANTE DO PAÍS,O LULEPROSO DE NOVE DEDOS.

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    Arrepender-se, de forma alguma, é mostra de oportunismo. Milhões de pessoas votaram em Lula em 2002 e 2006, em Dilma, em 2010 e 2014. Do que hoje se arrependem. Votei em Lula em 2002, me arrependi e hoje manifesto esse meu sentimento participando de todos os movimentos contra o lulo-dilmismo (não existe mais petismo).

  4. Parreiras Rodrigues Responder

    E o meu ex-candidato in pectore para o governo do Estado, o hoje vice-presidente do Banco do Brasil, Osmar Dias, sentirá o peso eleitoral por participar da administração federal. Ele, sempre indeciso, mais indeciso ainda deverá se mostrar antes de disputar eleição. Uma pena! É o custo do livre-arbítrio.

  5. -Tem muitos políticos que participaram das manifestações em Ponta Grossa e estão tentando contabilizar o feito como seus!!!
    -Ainda não entenderam o recado das ruas!!!

Comente