Uncategorized

Dilma Rousseff convida Ricardo Barros para Ministério da Saúde

ricardobarros pp

O deputado Ricardo Barros (PP-PR) pode assumir o Ministério da Saúde no governo de coalizão, sem o PMDB, traçado pela presidente Dilma Rousseff (PT). A definição se dará nesta sexta-feira, 1º de abril. As informações são de Valdo Cruz, Ranier Bragon e Débora Álvares na Folha de S. Paulo.

No balcão de ofertas aberto após o rompimento com o PMDB, o governo federal ofereceu ao PP o Ministério da Saúde, um dos principais da Esplanada, e uma troca de ministro na Integração Nacional, já comandada pelo partido. O objetivo é tentar evitar o desembarque da quarta maior bancada da Câmara dos Deputados.

A Folha de S. Paulo apurou que a negociação é para tornar o deputado Cacá Leão (PP-BA) o novo ministro da Integração Nacional no lugar de Gilberto Occhi, que tem menor representatividade na bancada de 49 deputados. Occhi assumiria a presidência de alguma estatal ou autarquia federal. A Saúde ficaria com o deputado Ricardo Barros (PP-PR).

Em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (30), no gabinete do presidente do partido, Ciro Nogueira (PI), o partido decidiu marcar para o dia 11, véspera da votação do impeachment na Comissão Especial da Câmara, a decisão final se vai ou não permanecer no governo.

Logo depois da reunião, o deputado Ricardo Barros disse à Folha que não foi convidado para nenhum ministério e que nem poderia discutir qualquer assunto relacionado a isto porque seu partido decidiu marcar reunião para o dia 11 para decidir sua posição sobre o impeachment.

A Folha apurou, porém, que o nome de Barros faz parte da lista que o Palácio do Planalto montou para tentar garantir a manutenção do PP na base aliada e, com isto, evitar a abertura do impeachment.

Ciro se encontrou nesta terça (29) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que comanda os entendimentos para tentar barrar o impeachment de Dilma Rousseff.

A Saúde é comandada hoje pelo deputado licenciado Marcelo Castro (PMDB-PI), cuja permanência se tornou difícil após a decisão do PMDB de romper com o governo

Além do PP, PR, PSD e outras legendas menores, como o PTN e o PHS estão sendo procuradas pelo governo com a proposta de ocupar o espaço que será aberto com a entrega de ministérios e cargos pelo PMDB.

21 Comentários

  1. DEP. RICARDO BARROS, MARINGA VAI CHORAR MUITO ISSO ACONTECER , DEP. APOIAR O PT, ISSO É VERGONHA. PARA MARINGA.

  2. vai lá deputado, aceita. dai vcs já enterram o balão de ensaio da candidatura da sua esposa ao governo, vai correndo, tá?

  3. Sergio Silvestre Responder

    Desembarcou uns 30 que já eram trairas do PMDB,e tem uns 100 para embarcar,no final o saida do PMDB foi benefica para a Dilma que agora sabe em que front vai lutar,tem muita gente querendo entrar no governo,quem sabe ela dormia a tempos com o inimigo e isso estava fazendo mal a ela.

  4. Se isto acontecer a Cida, vice governadora, não se elege nem para síndica, qto mais para Governadora

  5. Parreiras Rodrigues Responder

    Não à toa que os seus conterrâneos maringaenses o chamam leitão vesgo.

  6. antonio marques Responder

    Oportunista.No Paraná, a família Barros, apóia o governo do PSDB.A mulher – vice governadora , a filha deputada estadual e o irmão secretário, apoiam o governador, em Brasilia o Deputado Ricardo apóia o PT. É uma falta de postura, para não dizer falta de vergonha FAMILIAR. Só querem se garantir nas tetas do Governo, independente de partidos ou ideologias. Está na hora de varrer este feudo da política paranaense. Pensem bem eleitores, está na hora de varrer estes lixos da vida publica.VAMOS MUDAR TUDO QUE AI ESTÁ.

  7. E eu que imaginei que a Cida teria alguma chance – se o marido aceitar o ministério adeus, adeus, adeus…

  8. O ratinho deve estar na maior torcida rsrsrs, se isso acontecer ele engole a cida, Rsrsrsrs, até porque o Ricardo vai ser ministro por uns 60 dias só. PQP, como fica o Enio lá em Mringa?

  9. Sómente um político burro vai assumir esta migalha de Ministério
    nesta fase do país. Migalha porque vai permanecer no cargo por
    mais ou menos dois meses e depois vai sair com a Dilma…

  10. Tem gente que é cego mesmo. Ex: o BUNDA TATUADA achar que
    foi benéfica a saída do PMDB. Agora vão unir a escória, paga com
    cargos, no balcão de negócios. Vão unir a CORJA, com seus apadrinhados. Só gente da melhor qualidade. QUA, QUA, QUA…

  11. …. SERGIO SILVESTRE, VOCÊ DIZ, BENEFICA PARA DILMA, TODOS DEP. SENADOR ETC. QUE DEIXARAM ELA, VOCE NÃO ENTENDE DE POLITICA, VOCE ENTENDE BEM DO TEU PT.

  12. Valmor Lemainski - Cascavel Responder

    Será que não seria melhor assumir um ministério quando o Temer assumir?… Não brinca de fazer política, Ricardo!!!… O povo está de olho nos apoiadores da incompetência e da imoralidade…

  13. E o irmão que pretende pegar a Prefeitura de Maringá novamente esse ano. Como fica? rsrs

  14. NÃO CONSIGO ACREDITAR. SÓ A RELUTÂNCIA EM DEIXAR O GOVERNO NOS DECEPCIONA…..RICARDO BARROS, VOCE NÃO É FILHO DO VELHO SILVIO BARROS, SE VOCE ACEITAR APOIAR A DILMA, ESTARÁ ENTERRANDO TODA A FAMILIA POLITICA DE UMA VEZ SÓ, E NÃO VAI ADIANTAR NADA, PORQUE VOCE SERÁ DESERDADO PELO PARANÁ.

  15. Poucos tem condições para ocupar um.cargo desses! Ele tem. O país precisa de trabalhador! Ele é. Povo invejoso, só quer desgraça, ninguém pensa no país. O ministério é muito importante. Por que ninguém ataca médico que frauda o ponto. Médico é enfermeira que roubam medicamentos, isso sim tem que acabar

  16. EU CULPO OS ELEITORES QUE DERAM OU “venderam” SEUS VOTOS PARA ESTE dePUTAdo. É UM APROVEITADOR E OPORTUNISTA. NÃO SE ESQUEÇAM QUE TEM ELEIÇÃO NO DIA 2 DE OUTUBRO. DÊ O SEU TROCO, NÃO VOTANDO NOS CANDIDATOS DO pp SÃO CANDIDATOS QUE COMEÇAM COM O NÚMERO ( 11 ). NÃÕ PASSA DE UM GRANDE PICARETA.

Comente