Uncategorized

Temer não foi, mas mandou Rocha Loures, chefe de gabinete

O vice-presidente Michel Temer não foi à reunião do desembarque do PMDB do governo Dilma Rousseff (PT), mas mandou o seu chefe de gabinete, Rodrigo Rocha Loures. “Muitas vezes, fiquei desconfortável quando o PMDB, seja no plano estadual ou federal, tinha que apoiar, por esta ou por aquela razão, uma decisão que não era sua, que não foi produzida por seus próprios pares”, disse Loures a Catarina Scortecci na Gazeta do Povo.

3 Comentários

  1. Coronel Mandragao Responder

    A tchurma local está roendo as unhas de ciúmes. A tradição do Paraná é a inveja do sucesso alheio, sobretudo em política. Os paranaenses são famosos Brasil afora por praticarem canibalismo político com seus conterrâneos, a famosa autofagia provincial.

  2. E o vetusto senador Requião,por que não compareceu à reunião para defendar a companheira Dilma?Covardia ou trairagem?

Comente