Uncategorized

Sindicato de SC promete R$ 300 a manifestantes favoráveis ao PT

do Estadão

O sindicato dos educadores de Santa Catarina ofereceu ônibus de ida e volta a Brasília e R$ 300 para quem se manifestasse a favor do PT nos protestos do dia 31 de março. O e-mail foi encaminhado no dia 10 de março para todas as coordenações regionais. Uma semana depois foi publicado na fanpage do Sinte-SC (Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Rede Pública do Ensino do Estado de Santa Catarina).

O texto dizia “O Sinte-SC irá enviar 2 ônibus, um com saída em Florianópolis, outro com saída em Maravilha, e as pessoas interessadas deverão encaminhar nome, RG e a cidade do embarque até o dia 18/3, para que possamos fazer os devidos encaminhamentos. Será concedida uma ajuda de custo para alimentação dos participantes, no valor de R$ 300 e as despesas com o deslocamento até o local de embarque serão por contas das Coordenações Regionais”.

A diretoria do Sinte-SC explicou que a convocação realmente ocorreu, mas que foi uma espécie de golpe interno, organizado por um grupo do opositores da própria executiva do sindicato para manchar a imagem das manifestações, que no caso do sindicato tinham outras pautas, além do apoio a presidente Dilma Rousseff.

O sindicato também afirmou que não teria verbas para custear tantas pessoas. Em nota oficial foi publicado “Em função da polêmica estabelecida, o SINTE/SC está suspendendo a ida dos ônibus a Brasília”.

MTST

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) estimava levar mais de 7 mil pessoas de vários Estados ao ato contra o impeachment em Brasília. Aproximadamente a metade deles saiu de São Paulo.

Segundo Guilherme Boulos, coordenador do MTST, o transporte dos militantes é rateado entre as entidades que compõem a Frente Povo Sem medo, da qual o movimento faz parte. “Estamos vindo com mais de 7 mil pessoas de todo o Brasil. O foco do debate está aqui. O Congresso Nacional está aqui, o governo está aqui”, disse Boulos.

14 Comentários

  1. BEM, COM R$ 300 REAIS NA GIBEIRA, ATÉ EU IA, NESTA CRISE.
    FALAM QUE VÃO ESPONTANEAMENTE, QUE FEIO PARA OS
    EDUCADORES DE SANTA CATARINA, MASSA DE MANOBRA COMPRADA, ESPERO QUE NOSSA APP DO ESTADO NÃO
    ESTEJA ENVOLVIDA, E OS PROFESSORES QUE PAGAM
    MENSALMENTE A APP ESTÃO CIENTES DOS ATOS DA
    ENTIDADE ???? A APP DO PARANÁ ESTÁ COM MILHÕES EM CAIXA
    TIRADOS DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, MAS SABEM
    ONDE ESTÃO INVESTINDO ESTA FORTUNA.

  2. Assim, a 300 por dia, dá mais dinheiro passear do que trabalhar corretamente. Mais uma invenção daqueles que inventaram o PIXULECO.

  3. ONIBUS IA E VOLTA DE GRAÇA ,,,,ATÉ OS CATARINA NÃO QUEREM VÊ O BRASIL PASSAR A LIMPO……VERGONHA…

  4. Considerando todas as hipóteses, este dinheiro sai do bolo do povo pagador de impostos e utilizado não para atender os interesses do povo, mas de um partido político sem vergonha que está arrasando com o Brasil, juntamente com os imbecis do STF, cupinchas do lula e de dilma.

  5. Fábio, estes professores catarinenses são iguais a seus colegas do Paraná. Vermelhos, sem vergonha, e na sala de aula querem dar uma de educadores.O que será que o Sergio Silvestre tem para dizer de mais esta cagada dos petistas?

  6. Processar por que BUNDA TATUADA? O Brasil inteiro sabe que todos os
    movimentos de rua a favor da Bandalheira, do PT são remunerados. Os Sindicatos ligados, que formam a CORJA, subsidiam as passeatas com um vale em dinheiro+camiseta+sanduiche de mortadela. Já em
    Sta.Catarina o valor é o da reportagem, e tudo isso, pago com nosso
    dinheiro, que este governo petista, se apropria para distribuir aos seus
    “cumpanheiros” fiéis da anarquia. Este é o BRASIL, onde o povo
    Trabalhador é roubado, e os vagabundos exaltados.

  7. Sem entrar no mérito de preferências políticas, alguém pode me responder a quem estes sindicatos e movimentos prestam contas do dinheiro arrecadado das contribuições sindicais que todos nós pagamos???
    E mais…
    Qual a justificativa que lançam para este tipo de despesa???
    Aonde estão os agentes fiscais públicos??

  8. Do Interior.... Responder

    300,00 + Sanduba + Shows + montagem e desmontagem de palcos + transporte de militontos + bandeiras + balões + fogos + bandeiras + camisetas + bonés………..

    Quem paga isso….??????????????????? De onde vem o dinheiro??????

  9. Observador Atento Responder

    Quem trabalha, não tempo para ir a Brasilia durante a semana. A CUT, demais sindicatos e os ditos “movimentos sociais” que nada mais são do que “massas de manobra” recrutam e pagam pessoas para “engrossar” as manifestações PTistas. Pobre povo brasileiro!

  10. Observador Atento Responder

    Sr. Tadeu Rocha, se voce não sabia (alias voce nunca sabe de nada), quero informá-lo que SC foi o Estado com menor votação percentual na Dilma. Proporcionalmente à população, foi o Estado com maior participação nas manifestações de 13 de março. Em Balneário Camboriu, por exemplo, uma cidade com 120.000 habitantes, participaram das manifestações 35.000 pessoas segundo a PM e 50.000 segundo os organizadores. Qual cidade, no Brasil, teve uma participação de 30% de seus habitantes? Quando não se conhece, caro Tadeu, é melhor ficar calado.

Comente