Uncategorized

Terreno pantanoso

Painel da Folha
O histórico de fidelidade dos partidos do “centrinho” mostra que o Planalto arrisca muito ao apostar suas fichas em PR, PP e PSD. Em decisões recentes importantes para Dilma Rousseff, os três partidos têm dado menos da metade de seus votos ao governo — e até dirigentes das siglas têm consciência de que o índice não deve melhorar muito agora. O PP, por exemplo, promete entregar até 30 dos 51 deputados, mas estimativas mais conservadoras veem um limite de 11 votos pró-governo.

1 Comentário

  1. Caro FÁBIO, os elementos formadores desses partidos mencionados PP, PSD, PR, normalmente são profissionais da política, não possuem compromissos com quem quer que seja, apenas com a oportunidade e possibilidade de reeleição. O PSD do KASSAB somente aspira cargos nos ministérios. Esse tipo de deputado é o que menos a sociedade deseja, pois não possuem qualquer compromisso com o eleitor. Não dá para acreditar, votarão com olho no eleitor que deseja o IMPEACHMENT JÁ. Atenciosamente.

Comente