Uncategorized

Ney Leprevost apresenta projeto para pessoas com alopecia

índice

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania,
protocolou na Assembleia Legislativa projeto de lei para garantir o
fornecimento de cabelo postiço para pessoas com alopecia causada por
sessões de quimioterapia no Estado do Paraná.

A proposta foi sugerida ao parlamentar pelo vereador Célio Guimarães, da
Lapa, que atendeu a proposta da presidente do Instituto Atitude na Cabeça,
Suely Maria Baldan. “É uma atitude muito importante que vai ajudar muitas
pessoas que estão sofrendo pela queda de cabelo. A intenção de promover o
bem-estar e a autoestima das pessoas deve ser sempre estimulada”, disse
Baldan.

De acordo com o texto, as instituições de saúde que atendem o Sistema
Único de Saúde deverão criar um banco de cabelos postiços obtidos por
doações e posteriormente distribuir para as pessoas com alopecia provocada
por quimioterapia.

A quimioterapia se destina ao tratamento do câncer e um dos seus
principais efeitos colaterais é a queda de cabelo que por sua vez traz
efeitos psicológicos negativos e costuma atingir grande parte dos
pacientes com câncer, sem distinção de sexo e de idade, embora as mulheres
e os jovens os sintam mais. Nas crianças a queda de cabelo pode inibir a
interação com o ambiente, alterando o desenvolvimento da imagem e da
autoestima.

Segundo o deputado Ney Leprevost “existem muitas pessoas interessadas em
doar o cabelo. O objetivo do projeto é utilizar as doações e resgatar a
autoestima dos pacientes em tratamento do câncer”, disse.

Detalhes

Comente