Uncategorized

Oposição quer 54 votos já na votação do relatório

Oposicao senado foto Ana Volpe Senado

São necessários apenas 41 dos 81 votos para o Senado, por maioria simples, aprovar a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas a oposição acha que não haverá dificuldades de obter os votos de ao menos dois terços (ou 54) dos senadores. Esse número de votos corresponde ao mínimo necessário para cassar Dilma Rousseff em definitivo, no dia do julgamento. A informação é do colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder.

Entre 46 e 50 senadores já se manifestam favoráveis à admissibilidade do impeachment e, portanto, do afastamento imediato da presidente. O líder Eunício Oliveira não tomou conhecimento da opinião de Romero Jucá, o presidente: o PMDB presidirá a comissão do impeachment.

Ao bloco liderado pelo PSDB, segundo mais numeroso do Senado, caberá indicar o relator da comissão. Será Antonio Anastasia (MG).

Eunício avalia que o relatório de Antonio Anastasia (PSDB-MG) será votado após 12 de maio. O PT tenta protelar a votação até o dia 17.

1 Comentário

  1. EDUCAÇAO SAUDE E SEGURANCA. Responder

    ESPERO QUE NAO SE REPITAO CIRCO FORMADO NA CAMARA PARA VOTAÇAO SE BEM QUE SAO TODOS
    FARINHA DO MESMO SACO NAO PEDERM NADA QUEM
    PERDE SOMOS NOS POVO QUE FICA 8, 12,16 HORAS
    TRABALHANDO PARA PAGAR 5MESES DE IMPOSTOS
    CRIADO POR ELES.FORA OS TRES PODERES
    CHEGA DE OBA OBA .

Comente