Uncategorized

República de Curitiba

Por Fábio Campana

“Eu, sinceramente, estou assustado com a ‘República de Curitiba’”, confessou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à sua pupila e atual presidente Dilma Rousseff em áudio de gravação telefônica autorizada pela Justiça. Lula tem medo e sabe quem deve temer. A República de Curitiba é onde moram o juiz Sérgio Moro, os procuradores e a Polícia Federal, enfim, os membros da força-tarefa que realiza as investigações da Operação Lava Jato.

Tanto é o medo de Lula que ele faz de tudo, com apoio de seu partido, o PT, e do governo federal de Dilma Rousseff para escapar de provável ordem de prisão contra ele. Lula sabe que já não pode fugir da Justiça, mas ainda tem esperanças de fugir da República de Curitiba, especialmente do juiz Sérgio Moro, que perturba o seu sono. Por isso lutou para ser ministro. Quer foro privilegiado, no Supremo Tribunal Federal, longe da primeira instância, longe de Curitiba.

O raciocínio do macunaímico Lula corre sobre o fio da lógica. Com o cargo de chefe da Casa Civil, o ex-presidente não escaparia da investigação, mas os inquéritos seriam transferidos para Brasília e o julgamento de uma possível denúncia sairia das mãos do juiz Sergio Moro e iria para o Supremo Tribunal Federal.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA NA REVISTA IDEIAS.

2 Comentários

  1. Sergio Silvestre Reply

    A “republica de Curitiba pode ser aramada e colocar guaritas,isso ai é um poço de corrupção

Comente