Uncategorized

Serra já sonda auxiliares para o MEC

Vera Magalhães, Veja

O senador José Serra (PSDB) sondou o ex-prefeito de Piracicaba Barjas Negri para ser o secretário-executivo do Ministério da Educação caso ele assuma a pasta num eventual governo Michel Temer.

Negri é um dos colaboradores mais próximos de Serra. Foi seu número 2 no Ministério da Saúde no governo Fernando Henrique Cardoso e o sucedeu na pasta quando o tucano se desincompatibilizou para concorrer à Presidência, em 2002.
Além disso, o senador pediu números e dados sobre educação para especialistas na área.

2 Comentários

  1. Tomara que o PMDB faça uma limpeza nos sindicatos da educação.

    Também seria essencial começar a combater o fisiologismo petista implantado nas escolas públicas há 13 anos.

  2. Sim, tiremos o fisiologismo petista. Em seu lugar, entra a tecnocracia tucana, a contratação emergencial de professores ainda em formação acadêmica, priorizando a escassez de recursos (não a racionalização!), de merenda, achatamento de salários, sucateamento do ensino público, enfim.
    Ao final, duas possibilidades: a privatização, ou a invasão de escolas, como ocorre diariamente em São Paulo, ninho tucano do senhor Serra.

Comente