Uncategorized

Teori afasta Cunha do cargo de deputado federal

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki determinou nesta quinta-feira (5) o afastamento do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato de deputado federal. O relator da Lava Jato apontou 11 situações que Cunha usou o cargo para “constranger, intimidar parlamentares, réus, colaboradores, advogados e agentes públicos com o objetivo de embaraçar e retardar investigações”. A decisão foi tomada em caráter liminar, portanto, cabe recurso ao plenário da Corte.

Cunha será substituído na presidência da Câmara por outro investigado na Lava Jato, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA)

8 Comentários

  1. Repetindo o que Boechat falou hoje cedo em sua “homilia” na Bandnews: sai uma quadrilha, entra outra…

  2. Modus in rebus! Pelas regras criadas quando Henrique Alves era o presidente da Câmara (lembremos do caso Donadon), as decisões do STF carecem da análise e aprovação do plenário. Portanto, vamos aguardar!

  3. Tudo bem, teve sua utilidade que foi dar andamento ao impedimento da Pres. Dilma. Merece os parabéns, fez sua parte bandido ou não. Era sua função.
    Logo em seguida à consumação do afastamento da Pres. Dilma vai ser a vez do Renan Calheiros.

  4. Antigamente era INCONSTITUCIONAL ISSO!!! Mas hoje em dia, nem sei o que dizer, porque o PT SUBVERTEU A REPÚBLICA!!!!

  5. Almir Carlos Bornancin Responder

    é o fim da picada um VAGANDO nomeado tirando do poder um homem eleito, não defendo o cunha mais a democracia isto sim que GOLPE

  6. Dionleno Silva Responder

    Que é ladrão todo mundo sabe, mas fica o agradecimento por extirpar esse câncer chamado pt do poder.

Comente