Uncategorized

Veneri tem dois pesos e duas medidas quando é petista, diz Stephanes

veneri-stephanes

O deputado Stephanes Jr (PSB) fez uma dura crítica ao colega Tadeu Veneri (PT). Em discurso nesta quarta-feira, 4, Stephanes relembrou o caso envolvendo o petista Edson Rimonatto, que num momento de fúria, atacou um casal de militantes do Movimento Brasil Livre (MBL), os agredindo com uma chave de roda do veículo.

“Ele (Edson Rimonatto) teria matado os dois se não fossem os frentistas de um posto de gasolina o segurarem até a chegada dos policiais”, disse. Stephanes tripudiou Veneri, que não citou o caso, como costuma fazer na Assembleia Legislativa, quando se trata de militantes de partidos de oposição ao PT. “Até agora não vi ele falando nada deste caso envolvendo o petista de Curitiba”.


Stephanes destacou que Veneri apoiou Carlos Marighella, autor do “Manual da Guerrilha Urbana” em 1969, que ensinava jovens táticas de intimidação com o uso de violência física e psicológica. “O Marighella foi um terrorista sanguinário, atacava mulheres, crianças e idosos sem distinção”.

O deputado também lembrou o caso do petista Roges Cezoski, que estava lotado no gabinete de Veneri quando tentou matar policiais atirando um vaso do alto da Assembleia Legislativa no dia 29 de abril de 2015, durante o incidente envolvendo professores no Centro Cívico de Curitiba.

“Quando se trata de agredir inimigos e defender petistas, o deputado Tadeu Veneri usa a tática de dois pesos e duas medidas”, finalizou Staphanes.

3 Comentários

  1. O deputado pestista só está seguindo a cartilha do partido, nada mais. Depois o cara não vai saber porque vai ficar sem emprego depois de 2018. O deputado é daqueles que ainda acreditam que o eleitor é desmemoriado, mas está muito enganado, e vai comprovar isto nas urnas.

  2. Esse Sr. Veneri não é um Deputado que se deve levar a sério. Espero que em 2018 o povo do Paraná acorde e não reeleja esse indivíduo.

  3. NA realidade o deputado do PT usa um peso e retira duas medidas, de uma cena ele tira duas conclusões distintas , e aquela famosa frase , Você veja bem ! se o cara que matou e seu amigo ou se é seu inimigo ! É a historia do jornalista que no final de tarde recebe do editor um pedido para escrever sobre Jesus e pergunta e contra o há favor ? Ponto de vista a grande sacada !

Comente