Uncategorized

Uma lágrima
por Zé Roberto

zeroberto
Meninos, eu vi. Zé Roberto, um craque, verdadeiro craque. Não era um atleta. Nem tinha vida de atleta. Mas com ele aconteciam coisas maravilhosas em campo. Foi minha alegria enquanto jogou no Atlético. Meu tormento quando virou craque do Coritiba. Zé Roberto, o Gazela Negra na língua dos radialistas, morreu hoje, aos 70 anos. Não resistiu a uma cirurgia.

5 Comentários

  1. Confesso que foi dos melhores jogadores que vi jogar, certo que existem muitos craques , mas ele me impressionou e fiquei seu fã, todos sabem de sua vida extra campo. para mim não interessa, o tenho em mente são as jogadas maravilhosas que vi ele fazer com a camisa do Atleticode, onde começou no Estado do Paraná

  2. Marcos Domakoski Responder

    Fui grande fã do Zé Roberto, um dos melhores jogadores dos últimos 50 anos que passaram pelo Atlético. Lembro bem dele ao lado do Madureira, que veio do Ferroviário reforçar o Atlético no torneio Roberto Gomes Pedrosa, que era o campeonato nacional à época! Dava gosto de ver seu talento, criatividade e senso de oportunismo!

  3. Este cara nunca jogou em time que eu torço, mas foi um grande jogador de futebol, um craque!!!!!!
    Hoje o que vemos são muitos atletas fantasiados de jogador de futebol. É clara se um jogador também for atleta teremos uma condição ideal para o espetáculo futebolístico. Zé, que Deus o acolha!!!!

  4. MEUS VOTO DE PESAR À FAMÍLIA DO MEU AMIGO ZÉ ROBERTO. HÁ ANOS NÃO O VIA. UM DOS MAIORES CRAQUES DE FUTEBOL QUE TIVE A HONRA DE CONHECER, PENA QUE NÃO SE POUPAVA POIS ERA UM ETERNO BOÊMIO. ERA PARA ESTAR NA SELEÇÃO DE 70. INFELIZMENTE A AMDRUGADA EVITOU TUDO ISSO. FOI CRAQUE EM TODOS OS CLUBES QUE JOGOU.

Comente