Uncategorized

TSE está sem recursos suficientes para eleições municipais de outubro

gilmar-mendes-tse

A jornalista Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo desta terça-feira, 10, adianta que o TSE está sem recursos suficientes para realizar as eleições municipais de outubro. De R$ 750 milhões que estavam previstos no orçamento, 35% foram cortados pelo Congresso Nacional, num total de R$ 256,6 milhões.

De acordo com o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), que assume na quinta (12) a presidência do TSE, a situação é grave e precisa ser resolvida “com urgência”. Ou o pleito estará ameaçado. Ele afirma que a equipe do TSE está sem interlocução no governo, já que boa parte dos dirigentes de órgãos do Executivo, com o impeachment, já está deixando seus cargos.

Os parlamentares fizeram cortes também no orçamento ordinário da corte eleitoral, de R$ 234 milhões, suspendendo contratações e verbas previstas para investimentos. Na época em que reduziram as verbas do tribunal, eles triplicaram os recursos do fundo partidário, que saltou para cerca de R$ 800 milhões.

6 Comentários

  1. -A conta nunca vai fechar mesmo. O GF triplicou os recursos do fundo partidário para ganhar apoio político(que no final das contas, de nada adiantará) e as futuras eleições poderão estar comprometidas. OU seja o GF manipulado pelo partido da estrela está “dando o tiro de misericórdia” na democracia brasileira(modelo africana).
    -Realmente estamos no fim do abismo!!! ou no rabo do tatu como dizia o Alborghetti!!!

  2. SS Calça Frouxa, pode-se até usar penicos para votar. Você tem razão. Mas primeiro temos que esvaziar os penicos tirando os petistas, que como excrementos, os estão ocupando.

  3. ELEITOR DE BOA MEMORIA Responder

    SE CORTAR AUXILIO MORADIA, AUXILIO PALETÓ AUXILIO……………. QUEM SABE COMECE APARECER RECURSOS E URNA ELETRONICA DEVERIA SER REVISTO POR UMA CONSULTORIA INTERNACIONAL LIVRE DE INFLUENCIA.

Comente