Uncategorized

“O SUS é uma cláusula da constituição, um direito garantido”, diz ministro

RicardoBarros

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, reafirmou o compromisso com o direito de acesso à saúde pública e a continuidade do Sistema Único de Saúde (SUS), nesta terça-feira (17), durante encontro de especialistas sobre a situação da malária no país, em Brasília (DF).

“O SUS é uma cláusula da constituição, um direito garantido, que prevê saúde universal, para toda a população”, destacou. A sua prioridade neste momento é exatamente buscar junto à equipe econômica do governo federal o que foi previsto no orçamento de 2016 para garantir o financiamento das ações de saúde.

“Eu não tenho nenhuma pretensão de redimensionar o SUS. O que nós precisamos é capacidade de financiamento para atender suas demandas. Agora, só conseguiremos isso, espaço fiscal para a saúde, se nós conseguirmos repactuar os gastos que estão sendo excessivos na previdência”, ressaltou Barros.

4 Comentários

  1. É só estancar a roubalheira que sobrarão recursos para o SUS.
    Uma sugestão ao ministro:Comece auditando a EBSERH-Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares-criada pela Dilma e “administrada” pela turma do Alexandre Padilha…

  2. Foz do Iguaçu tem uma população de 300 mil habitantes …mas conta com 800 mil filiados ao SUS ….argentinos…paraguaios…bolivianos..árabes ..todo mundo mamando na Previdência…

Comente