Uncategorized

A democracia sonhada pelo PT

lula_e_mascara

Ricardo Noblat

O trecho que segue, extraído de uma das mais recentes resoluções aprovadas pelo comando nacional do PT, deixou perplexos chefes militares e políticos minimamente responsáveis (sim, eles existem, mas são poucos no Congresso):

“Fomos igualmente descuidados com a necessidade de reformar o Estado, o que implicaria impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; modificar os currículos das academias militares; promover oficiais com compromisso democrático e nacionalista; fortalecer a ala mais avançada do Itamaraty e redimensionar sensivelmente a distribuição de verbas publicitárias para os monopólios da informação”.

É a confissão de um projeto golpista. Ou não é? Vejamos.


Onde se leu: “impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal”, pode-se muito bem ler: controlar as ações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, que não são órgãos do governo, mas do Estado, dotados de autonomia garantida pela Constituição.

Onde se leu: “modificar os currículos das academias militares” e “promover oficiais com compromisso democrático e nacional”, pode-se muito bem ler: adequar os currículos das academias militares à ideologia do PT, interferindo no sistema de promoção das Forças Armadas para beneficiar oficiais comprometidos com tal ideologia.

O mesmo tipo de interferência serviria no Itamaraty para “fortalecer” sua “ala mais avançada”. Avançada no quê? Avançada em qual direção? Só poderia ser na direção julgada mais acertada pelo PT.

Por fim, onde se leu: “redimensionar sensivelmente a distribuição de verbas publicitárias para os monopólios da informação”, pode-se muito bem ler: reduzir os gastos do governo com propaganda nos chamados grandes veículos de comunicação, priorizando aqueles alinhados com o projeto do PT de se eternizar no poder. De certa forma, isso já vinha sendo feito.

Diga-se a favor do PT que ele jamais escondeu sua pretensão de “regular os meios comunicação”, ou seja: de domesticá-los e de, com isso, limitar sua liberdade de informar e de criticar. Nada muito diferente do que acontece em outros países latino-americanos. A Venezuela “bolivariana” é um bom exemplo. Por sinal, uma vez Lula afirmou que preferia propaganda a notícias.

Mais uma vez a favor do PT, diga-se que o tratamento transparente conferido por ele a objetivos que se frustraram fará bem aos eleitores dispostos a conceder-lhe seu voto e àqueles igualmente dispostos a negar-lhe o seu. De resto, fará bem aos eleitores que votaram no PT apenas encantados com sua pregação por mais justiça social e mais democracia, sem se indagar sobre a natureza de tal democracia ao fim e ao cabo.

(Arte: Antonio Lucena)

7 Comentários

  1. sidnei sanches Reply

    Partido bandido, objetivos de bandidos. pt precisa ser extinto.

  2. Caro FÁBIO, com mais essa notificação divulgada pela Direção Nacional da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, a sociedade em geral pode ficar ciente do desejo da instalação de uma Republica Comunista no Brasil, sendo o seu ditador o ilustre pequeno notável DUENDE ALCAGUETE ODEBRECHT LULLA I. Com as assertivas citadas, o objetivo inicial deixou de ser consolidado, pois não interferiram nas Academias Militares e no Itamarati, porém nas Universidades, nos Cursos de baixa demanda, como Geografia, História, Pedagogia, onde ministram Licenciatura, os universitários foram todos contaminados com o vírus da ciência da comunismo. Esses cursos devem sofrer um procedimento de ajustes e eliminar o ideologismo das disciplinas agora, sem mais demora. Atenciosamente.

  3. João Miramar Reply

    Os quase sete milhões de brasileiros que saíram às ruas pediam uníssonos: a destituição de Dilma, a prisão de Lula e a extinção do PT. Só falta o TSE cumprir a lei. Partido político que recebe recursos do exterior, com agravante de ser propina tem a cassação do seu registro automaticamente.

  4. Preocupação Reply

    A coisa é mais séria do que parece podermos estar percebendo.
    Se tentou implantar na América Latina um regime bolivariano, que pelas falcatruas, sede de poder pessoal absoluto e ganância financeira desmedida (se é que ganância financeira pode ser medida), fracassou, colocando Venezuela, Bolívia,Argentina e agora o Brasil no fundo do poço. Inegável a intenção desses governos se perpetuarem no poder. O Governo brasileiro era o grande irmão patrocinador e garantidor financeiro para que o regime fosse implantado, mas a sede foi maior que a fonte e essa secou. Isso é fato. Agora, de forma irresponsável se pretende incendiar o País, revivendo na marra 1964 e na busca desesperada por uma “bandeira de luta” não se tem a mínima intenção de dar qualquer trégua e governabilidade para que possamos recuperar a economia brasileira, colocando irmãos em confronto, não mais no campo das ideias, mas no confronto físico – é só acompanhar as provocações e as ações dos chamados movimentos sociais (MST, Centrais Sindicais, etc) – mas o contexto é outro, existe uma Constituição Cidadã, legitima e que ninguém tem o direito de desrespeitá-la. Com a postura adotada por esses movimentos sociais, se perde totalmente seus justos objetivos iniciais.Nossa democracia, apesar de nova ainda, se faz sólida e assim a manteremos. Vamos discutir, discordar, divergir, mas essa conquista será mantida, respeitada, defendida. Agora, com essa resolução firmada pelo PT, me parece que se pretende cutucar a onça com vara curta.

  5. Doutor Prolegômeno Reply

    A democracia sonhada por essa gente é a do passo de ganso, dos braços estendidos em direção ao fuhrer, saudando-o com sieg-heil. Todos obedientes ao grande líder, enquanto a coisa pública é saqueada pelos seus partidários.

  6. A PENA DE MORTE PRA ESSES MARGINAIS ptRALHAS,SERIA A PENA MAIS JUSTA.

  7. Antonio Carlos Reply

    Felizmente ficamos sabendo disto, agora este plano de se eternizarem no Poder a cada dia fica mais distante, ou impossível. Agora nos cabe varrer do poder os remanescentes deste partido já em outubro, vamos reduzir o pestismo ao seu rela tamanho, o de nanico ou até menos que isto.

Comente