Uncategorized

Francischini pede ao TCU auditoria nos repasses da lei Rouanet na gestão PT

fernando-francischini

O deputado Fernando Francischini (SD-PR) solicitou nesta segunda-feira (23) ao Tribunal de Contas da União a apuração de todos os projetos para os quais a Lei Rouanet concedeu captação de verba nos últimos 14 anos. Francischini vai analisar se o Ministério da Cultura cumpriu os critérios estabelecidos pelo TCU que proibiu a destinação de recursos para eventos com fins lucrativos e autossustentáveis.

Segundo o órgão, esse tipo de patrocínio distorce os objetivos do Ministério da Cultura, como o incentivo à cultura regional, já que o dinheiro prioriza as estratégias de marketing das empresas patrocinadoras.

O deputado ainda afirma que, segundo denúncias, poderia haver um plano em que parte do dinheiro investido por empresas – no momento da captação – era devolvida para as mesmas por fora, em esquema de caixa dois. Também que haveria pagamentos de valores a empresas terceirizadas, sem a devida comprovação dos serviços realizados, para desvio de dinheiro público.

“Parece que os supostos artistas, que com certeza não representam a grande maioria destes profissionais, que hoje berram pela volta do MinC vivem em uma realidade paralela. Só no Ministério da Cultura, o rombo que Dilma deixou foi de R$ 260 milhões. É impressionante que em um momento em que o SUS padece de total abandono, os artistas alinhados com o PT briguem somente pelo dinheiro público para a Cultura”, critica Francischini.

(foto: Agência Câmara)

4 Comentários

  1. Nada contra a Lei Rouanet, porem na gestão do PT virou cabide
    de financiamentos de torneira aberta, praticamente sem fundo.
    O correto é passar um pente fino tanto no passado e trancar a
    gastança desenfreada.

  2. Renato Britto Barros Responder

    Deveria o deputado também pedir ao Ministério da Educação , qual o valor total que a UNIBRASIL ganhou do governo federal desde 2003 até hoje.
    Ver se os cursos à distância tem realmente todos esses alunos que a falcatrua ou melhor a faculdade diz ter.
    O Brasil vai descobrir outra torneira de onde vaza muita água.

  3. Muito bom , Deputado Francischini, o privilégio de uma minoria beneficiada pela Lei Rouanet precisa ser revista, pois, certamente todos se utilizam desta, são aqueles que apoiam o PT, na realidade é uma compra de votos e de apoio.Com evidências clara que têm desvios de aplicação dessas verbas. O marido da Marieta Severo recebia na Tv Brasil um salário “ínfemo” de 91.000,00,É uma pouca vergonha alguém ganhar tudo isso, enquanto os verdadeiros trabalhadores desse País, a maioria deles,sobrevive com apenas um salário mínimo. Passemos o Brasil a limpo, Deputado Francischini!

Comente