Uncategorized

MTST invade prédio da Presidência em São Paulo

mtst

Um grupo de manifestantes invadiu o prédio da Presidência da República, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira, 1. O edifício fica na esquina da Avenida Paulista com a Rua Augusta, região central da capital paulista. As informações são de Fausto Macedo, Julia Affonso e Mateus Coutinho, no Estadão.

Antes de entrarem no edifício, os integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto faziam um ato contra o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) na Avenida Paulista.

Em vídeo publicado na página do MTST, no Facebook, o coordenador do movimento Guilherme Boulos disse que o “MTST, várias ocupações, trabalhadores sem-teto da periferia de São Paulo acabaram de ocupar o escritório da Presidência da República e vão montar acampamento aqui na Avenida Paulista por conta dos cortes na moradia feitos pelo governo ilegítimo do seu Michel Temer, que suspendeu o programa Minha Casa Minha Vida, cancelou contratações que já estavam feitas e também como resposta à repressão que foi feita em frente à casa do Temer no acampamento montado pelo MTST e pela Povo sem Medo. Este é o objetivo do ato de hoje e deixa claro que nós não vamos recuar, não é com porrada e com polícia que vai fazer o povo recuar da luta”.

8 Comentários

  1. Chegou a hora !!! Invasão, depredação, obstrução de rodovias
    precisam ser tratados à bala. Todas as Polícias e inclusive o Exér-
    cito precisam impedir este tipo de barbárie. Acabou o domínio des-
    ta tigrada.

  2. Essa “cambada” vai se apoderar da propriedade alheia até quando ???
    Quando é que teremos um governante com coragem o suficiente para enfrentar esses baderneiros ??
    Se as autoridades brasileiras não tomarem alguma medida, mesmo que seja enérgica, para conter os atos desses movimentos, logo estarão invadindo também as dependências da capital federal.

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    O escritório da Presidência em São Paulo era dirigido pela Rose Noronha, “aquela” aSEXOra do ex-presidente Lula em viagens internacionais, ela clandestina, pois não constava na lista de passageiros, contrariando regra da aviação nacional.

  4. Antonio Carlos Responder

    E encontrou quem lá , a dona Rosimery? Este povo estava muito mala acostumado, achava que podia pedir o que quisesse e a querida companheira já saia pagando.

Comente