Uncategorized

Relator dá parecer favorável à cassação
de Cunha

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados ouve nesta quarta-feira (1º) parecer que sugere a cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi entregue na terça (31).

De autoria do Marcos Rogério (DEM-RO), o parecer argumenta que Cunha mentiu à CPI da Petrobras quando, em 2015, negou ter “qualquer tipo de conta” no exterior. As informações são da Folha de S. Paulo.

Apesar de estar impedido pela presidência da Câmara de incluir como motivo de cassação a acusação de que Cunha recebeu propina no petrolão, Rogério não deixou o tema de fora de seu voto.

Ele lembra que as contas vinculadas a Cunha da Suíça foram omitidas por terem sido, segundo as investigações da Procuradoria-Geral da República, abastecidas em parte com recursos oriundos do esquema de corrupção na Petrobras.

A votação no Conselho deve acontecer ainda na primeira quinzena de junho, caso não haja reviravoltas. Uma possível é a anulação de parte do trabalho do Conselho pelo presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), aliado de Cunha e que já deu decisões favorecendo o peemedebista.

1 Comentário

Comente