Uncategorized

Enquanto a Lava Jato
não vem

gilberto_carvalho_2
Depois de 14 anos de mamata nos governo do PT e em uma sinecura do SESI, Gilbertinho Carvalho aproveita seus dias enquantto a Lava Jato não aparece. No sábado, passou o dia na Chapada Imperial, cachoeira perto de Brasília, jogando bilhar.

7 Comentários

  1. Antonio Carlos Responder

    Este é outro que logo logo vem matar saudades aqui na província que, agora atende até por outro nome, pelo de República de Curitiba. Até aquela vila que ele adorava frequentar mudou de nome. Algumas coisas mudaram por aqui, pena que as instalações lá do presídio de Piraquara melhoraram muito pouco.

  2. Gilbertinho171, aproveita para visitar Londrina, pois é certo e cristalino que vai passar um bom tempo vendo o sol nascer quadrado, junto com o cumpanheiro corrupto, mentiroso, crápula, ladrão, dissimulado, coronelzinho, mafioso, facista, nazista do lula.

  3. Avisem o Gilbertinho que aqui em Curitiba tambem tem mesas de
    bilhar (mais simples é claro…) em Pinhais. Poderá continuar jogando
    com o Lula.

  4. Gilbertinho171, aproveita para visitar Londrina, pois é certo e cristalino que vai passar um bom tempo vendo o sol nascer quadrado, junto com o cumpanheiro corrupto, mentiroso, crápula, ladrão, dissimulado, coronelzinho, mafioso, facista, nazista do lula.

    Complementando:
    CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
    Art. 171 – Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento:
    Pena – reclusão, de um a cinco anos, e multa, de quinhentos mil réis a dez contos de réis.
    § 1º – Se o criminoso é primário, e é de pequeno valor o prejuízo, o juiz pode aplicar a pena conforme o disposto no art. 155,
    § 2º.
    § 2º – Nas mesmas penas incorre quem:
    Disposição de coisa alheia como própria
    I – vende, permuta, dá em pagamento, em locação ou em garantia coisa alheia como própria;
    Alienação ou oneração fraudulenta de coisa própria
    II – vende, permuta, dá em pagamento ou em garantia coisa própria inalienável, gravada de ônus ou litigiosa, ou imóvel que prometeu vender a terceiro, mediante pagamento em prestações, silenciando sobre qualquer dessas circunstâncias;
    Defraudação de penhor
    III – defrauda, mediante alienação não consentida pelo credor ou por outro modo, a garantia pignoratícia, quando tem a posse do objeto empenhado;
    Fraude na entrega de coisa
    IV – defrauda substância, qualidade ou quantidade de coisa que deve entregar a alguém;
    Fraude para recebimento de indenização ou valor de seguro
    V – destrói, total ou parcialmente, ou oculta coisa própria, ou lesa o próprio corpo ou a saúde (caso do lula que cortou o próprio dedinho para não trabalhar), ou agrava as conseqüências da lesão ou doença, com o intuito de haver indenização ou valor de seguro;
    Fraude no pagamento por meio de cheque

    kkkkkkkk

  5. sergio silvestre Responder

    Prova que esses babacas que comentaram ai em cima não conhecem a familia Carvalho e olha pelos cargos que ocupou,não está passeando nos balcãs,não tem apto em Dubai e tem politico aqui da provincia que tem mais que isso

  6. Este “coroinha do demônio” deve estar com o esfincter fora de controle
    Logo, logo , o supositório Lava a Jato chega no brioco dele!

Comente