Uncategorized

Rainha da cascata

dilma no rio 02jun16 by GLAUCON FERNANDES ec

Denunciada pela Procuradoria Geral da República (PGR) por obstrução da Justiça, exatamente com o objetivo de impedir ou dificultar as investigações da Operação Lava Jato, a presidente afastada Dilma Rousseff fez jus ao apelido de “Rainha da Cascata”, atribuído pelos seus críticos, ao participar de ato no Rio de Janeiro, nesta quinta (2), quando acusou políticos do PMDB de assumir o governo com o objetivo impedir o andamento das investigações. Dilma sabe, por sua própria experiência, que o governo não tem esse poder. Com informações do Diário do Poder.

Dilma foi denunciada pela PGR de tentar obstruir a ação da Justiça quando nomeou Lula no cargo de ministro da Casa Civil logo após o ex-presidente ter sido conduzido para depor sob vara, na Polícia Federal. O procurador-geral Rodrigo Janot se convenceu de que o objetivo da nomeação foi garantir a Lula foro privilegiado, a fim de impedir que ele fosse alvo de outras iniciativas do juiz federal Sérgio Moro, coordenador da Lava Jato.

Outra denúncia da PGR contra Dilma decorre da revelação do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT/MS), que, líder do seu governo, recebeu dela a incumbência de tratar da nomeação do advogado Marcelo Navarro para o cargo de ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), sob a condição de tomar decisões favoráveis a bandidos investigados e até já presos na Lava Jato, como o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht.

Apesar de ser a presidente que tentou e não conseguiu atentar contra a Lava Jato, Dilma afirmou, discurso durante ato contra o impeachment, que seu afastamento é uma tentativa de impedir a continuidade da operação, e classificou como “assustador” os primeiros dias da gestão do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB).

9 Comentários

  1. Abandonada pela militância e até pela autoproclamada “inteligência” petralha, ignorada pelo seu famigerado criador de postes de madeira carunchada, a guerrilheira vive vergonhosamente reclusa em solitária de luxo e quando dá umas escapadas é para fazer o que mais sabe: cacarejar asneiras.

  2. Doutor Prolegômeno Responder

    Essa senhora é um misto de Memeia com a Bruxa Malvada do Oeste. Devia subir em sua vassoura e sumir no horizonte.

  3. A HORA DA VERDADE Responder

    Que tal o Blog Patrocinar uma Ação Popular contra a PRESIDENTA, por improbidade administrativa pela compra da Refinária (ferruginha) de Pasadena?
    Poderiamos juntar como prova documental o Relatorio do TCU que concluiu pelo prejuizo de mais de 800 mil verdinhas e como Prova Documental Testemunhal. as delações premiadas do Cervero, Delcidio, Baiano e todas as demais que virão.
    Haverá um juiz que a absolva?

  4. CAMPANA PARE DE CHAMAR (ESCREVER) AUDITOR FISCAL, PRA ESTA TURMA DE TRANSPOSTOS, HOJE ELES NÃO PASSAM DE ADMINISTRATIVOS NO PARANÁ. É SÓ VOCÊ VERIFICAR E PUBLICAR O CONTIDO NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 5510, CONTRA AS LEIS COMPLEMENTARES 131/2010 E 092/2002. PROPOSTO PELO SR. PROCURADOR GERAL DA REPUBLICA, RODRIGO JANOT, EM 05 DE MAIO DE 2016.

  5. sergio silvestre Responder

    Voces acham que ela está abandonada,a militancia está nas ruas é só reparar,quanto ao que se fala aqui não deve ser levado em conta,tudo quem vem aqui é da veja ou do Antagonista,tudo midia golpista que estão hoje lubrificados pelo Temer que vai debulhar seu salario e emprego para suprir essas mídias de dinheiro.;

  6. Sr. Punisher, procure se informar e espere primeiro a decisão do STF final em relação ao que você está afirmando. Caso a referida ADI seja julgada procedente, os atuais auditores fiscais, com exceção daqueles do último concurso, voltariam ao seu cargo de origem, que é o de agente fiscal, com a sua carreira restaurada e com as mesmas atribuições e competências que sempre desempenharam, e que em essência são as mesmas do cargo de auditor fiscal. Administrativo deve ser o senhor, que deve ter prestado todos os concursos para agente fiscal e nunca passou, e agora vem ofender uma classe que, inobstante a ação de determinados maus elementos, ainda é responsável pela queda nos níveis de sonegação que garantiu aumento expressivo da arrecadação estadual nos últimos anos, antes mesmo do ajuste fiscal ocorrido em 2015.

  7. Punisher, leia o teor das ADIs 231/RJ e 2335/SC antes de vir aqui comentar. A ADI do Ceará não se aplica ao Paraná, pois naquele Estado (Ceará) até motoristas haviam sido alçados ao cargo de auditor fiscal.

  8. Como que governo não tem poder se é só fazer como Temer dar o aumento ao judiciário que tudo se arruma ou alguém viu os processos contra Aluisio, Temer, Aécio e outros bandidos irem para frente.

Comente