Uncategorized

Ministro da Pipoca
e da Proibição

osmar

De acordo com o jornal Destak, o ministro do Desenvolvimento Social Osmar Terra (PMDB-RS) pediu à Câmara ressarcimento pela compra de um combo de pipoca e refrigerante num cinema de Brasília. O total da fatura é irrisório – R$26 – mas serve bem para mostrar como, no Brasil, o público e o privado se confundem.

Terra alegou que a nota fiscal da pipoca foi incluída por engano.

Vale lembrar que, em 2008, o então ministro dos Esportes, Orlando Silva (PCdoB) foi exonerado depois de comprar uma tapioca de R$8,30 no cartão corporativo do Ministério.

Sobre Terra, o Estadão informa que o ministro vai substituir os membros da sua equipe que tenham um posicionamento favorável à liberação das drogas. E mais: ele pretende substituir estas pessoas por outras que se oponham veementemente ao consumo de bebidas alcoólicas.

5 Comentários

  1. Dizem que, como fã do Chaves ele disse FOI SEM QUERER………………….QUERENNNNNNDOOOOOOO!

  2. Antonio Carlos Responder

    Que ridículo, esta gente perdeu a vergonha na cara faz muito tempo. O que deveria pedir é a perda do próprio mandato.

  3. Quedo-me a pensar no fato de que não houveram mudanças no governo mas que, apenas os corruptos mudaram de posição ….. alguns subiram na “cadeia alimentar” e outros apenas desceram da mesma “cadeia” !!! Lamento entender que quaisquer corruptos “desceram da árvore” …. apenas “mudaram de galho” !!

    Temos muito ainda a aprender com essa tal democracia !!

Comente