Uncategorized

Assembleia terá Parlamento Universitário durante recesso

Ademar Traiano parlamento universitário

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), anunciou hoje (13) que a Assembleia vai instalar, durante o período do recesso de julho, um Parlamento Universitário, que será formado por estudantes de Direito da Universidade Federal do Paraná. “É mais uma iniciativa da Assembleia para abrir e aproximar o parlamento da sociedade”, disse Traiano, que destacou que a iniciativa, coordenada pela Escola do Legislativo, é inédita no país e é o resultado de uma parceria entre a Assembleia e a UFPR.

“Os estudantes de Direito vão eleger 54 representantes (o mesmo número de deputados), que vão compor uma Mesa Diretora, vão apresentar projetos e integrar comissões. Será um projeto importante para que as pessoas entendam como funciona o Legislativo, quais são suas funções e porque sua existência é importante para a sociedade. É mais uma iniciativa da Mesa Executiva para aproximar a Assembleia da sociedade, em especial dos jovens”, destacou Traiano.

Para receber um treinamento para atuar como “deputados” no recesso de julho, os estudantes selecionados, vão receber palestras do diretor jurídico da Assembleia, Dylliardi Alessi, já no final deste mês. Também vão estudar o funcionamento das comissões. Finalmente, durante o recesso, vão eleger a Mesa e tocar sessões legislativas.

Paulo Queiroz, presidente do Partido Democrático Universitário, destacou a receptividade da Assembleia ao projeto. “Nós fomos muito bem recebidos. Sentamos várias vezes para discutir os projetos e foram amplamente receptivos com as nossas ideias, e também surgiram novas ideias a partir das experiências que a Assembleia tem”.

“É um simulado com toda a realidade da Assembleia, do Poder Legislativo estadual. Apresentação de projetos, formação de comissões, formação de blocos partidários, de partidos, eleição da Mesa Executiva, votação e discussão dos projetos de lei. Enfim, um processo
técnico na parte legislativa, mas também político, que é importante que os alunos conheçam”, explica Dylliardi Alessi.

(foto: Nani Gois/Alep)

Comente