Uncategorized

Buscas da PF na casa de Gleisi foram um ‘abuso’, diz líder do PSDB

cassio-cunha-lima-foto-gerdan-wesley1

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), definiu como “abuso” a realização de buscas pela Polícia Federal no apartamento funcional da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) na Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato. Cunha Lima afirmou que somente o Supremo Tribunal Federa (STF) poderia ter determinado a busca no apartamento funcional, em Brasília, ainda que o marido morasse lá. Com informações d’O Globo.

“As investigações têm nosso apoio. Contudo, é preciso coibir e ficar atento a abusos, porque um juiz de primeira instância não tem jurisdição para determinar buscas na casa de uma senadora. Pode até se admitir nas propriedades privadas, mas em uma residência oficial, em um apartamento funcional do Senado, só quem poderia autorizar é o Supremo Tribunal Federal”, afirmou o tucano.

Ele disse que não é o momento de “tripudiar” sobre os adversários e justificou o fato de o assunto ter sido ignorado nos debates da comissão do impeachment.

“É um constrangimento. Por mais que o embate político seja duro, há uma família por trás. Não há motivo para tripudiar. Temos que ter responsabilidade. Não é algo para soltar fogos. Tem um limite no embate, de respeito às pessoas. Apesar de políticos, somos gente, tem que ter um mínimo de compreensão com a dor alheia”, disse Cunha Lima.

O tucano, porém, rebateu a afirmação do petista Lindbergh Farias de que haveria uma motivação política. Ele ironizou o fato de o próprio Lindbergh argumentar que o impeachment seria uma forma de parar as investigações.

“Essas teorias conspiratórias só demonstram o deslocamento da realidade. O PT quer transformar essas investigações em chiclete, que escolhe que lado morde. Tem hora que é bacana, tem hora que não é. O trabalho do Ministério Público e da Polícia Federal tem sido feito de forma competente”, afirmou Cunha Lima.

(foto: Gerdan Wesley)

17 Comentários

  1. sergio silvestre Responder

    Operação terra arrasada e sepultar uma politica em ascensão num covil de cobras como é a republica de Curitiba.
    Não conseguirão matar o Requião,não poderiam deixar a Gleise perfilar.

  2. £u£ª$ªfªd㺠§¹7¹ Responder

    Senador assim vossa excelência perde o respeito do público da TV senado, o Brasil do bem aplaudiu a operação e os paranaenses do bem também !
    Então te cale Cássio Cunha Lima.

  3. Mania de certas pessoas defender o indefensável. ” Apesar de políticos, somos gente, tem que ter um mínimo de compreensão com a dor alheia”. Ora meu senhor, e a dor alheia que esses dois juntamente com todos os seus “cumpanheros” causaram e continuam causando à milhões de brasileiros, isso não conta???

  4. A mania de acobertarem.. quem não deve não teme.
    A maioria dos políticos vivem este pesadelo por terem consciencia pesada.

    Há muita cerimônia para prender políticos, e por saberem que o STF vive a morosidade, tentam por todos os modos este caminho. Querem estender prerrogativa para parentes.

  5. Não concordo Excelência. Segundo seu entender um bandido, com prisão preventiva decretada, pode homiziar-se em uma residência oficial de um portador de “foro especial” onde estará imune da atuação policial em cumprir mandado judicial oriundo da primeira instancia ? Ora, ora, conta outra que essa não cola !

  6. Abuso o escambau, na hora de roubar o dinheiro público ninguém tem vergonha na cara, quando são presos, ai todo mundo tem vergonha e fica sensível.

    Roubaram até o dinheiro dos coitados dos barnabés que para se sustentarem tem que fazer consignado.

    Tem mais que ir preso sim, e por muito tempo e se possível devolver centavo por centavo o que eles tomaram dos funcionários públicos. Cambada de salafrários e vagabundos, são ladrões como outro qualquer, apenas com uma diferença, alguns têm o maldito foro privilegiado.

  7. Tecnicamente, o Senado pode estar certo, mas, o que tem que acabar é o Foro Privilegiado dos políticos!!!

  8. Caro FÁBIO, novamente os líderes TUCANOS, tentando colocar panos quentes para livrar esses quadrilheiros. Não é a primeira vez. Entendemos que os TUCANOS estão sentindo cheiro de bico queimado. Teremos novidades no ninho TUCANO, e a partir de agora estão tentando resguardar o seu conteúdo. Sai fora CÁSSIO, não fique na linha de tiro, pois você também está fragilizado. Atenciosamente. .

  9. Roberto Luiz Angelo Responder

    Deputados e senadores, deveriam lamentar a situação que o País se encontra, sem hospitais para atender a milhares de brasileiros que morrem nos corredores, enquanto o dinheiro que deveria bancar todo este processo, foi para os bolso desta quadrilha que se instalou no poder com um único objetivo, roubar o dinheiro público.
    Prisão para estes bandidos é pouco.

  10. Um senador coxinha defendendo um mortadela enlameado que foi preso? Tem algo MUUUITO estranho aí… Tão é tudo morto de medo do Aécio se embolar, já que 9 entre 10 delatores mencionam o famoso “esquema do Aécio em Furnas”.

  11. -Agora o “nobre” senador quer dizer como a PF deve agir em casos de busca e apreensão de provas??? É muita ousadia!!!
    -Cuidado senador, ninguém está acima da lei!!!

  12. Antonio Carlos Responder

    O senador tucano parte do pressuposto de que a casa da senadora é inviolável porque ela goza do privilégio da “impunidade para lamentar”. Com certeza está se referindo ao Direito de Homizio, tão comum no Brasil Colonial, quando então os procurados ou fugitivos da Justiça procuravam abrigo nas igrejas. O senador perdeu ótima oportunidade de mostrar o quanto conhece das nossas normas legais.

  13. Este é mais uma babaca do PSDB intrometendo onde nem é
    chamado. O que ele acha um absurdo o Brasil inteiro não acha. E
    daí !? Queria que esperasse o Paulo Bernardo saísse para almoçar
    e prendê-lo, ou o convidasse para comer um sanduíche e dar voz
    de prisão !? O apartamento em que foi preso é onde o larápio mora
    com a Gleisi.

Comente