Uncategorized

Vilões, vilezas e vilanias

vargas-veneri-zeca-dirceu-paulo-bernardo

De mãos para trás e cabeça baixa, parecem o que sempre foram, trapaceiros de luxo com caras de bandido

Nelson Motta

Aprendi com meu pai que é covarde e indigno tripudiar sobre perdedores, que se deve ter compaixão pelos caídos, não chutar cachorros mortos. Mas também ser solidário com as vítimas, lutar pela justiça, para que os criminosos paguem pelos seus atos, em nome da democracia e da civilização.

Mas não são só ladrões, achacadores, delatores, traidores e fraudadores que estão caídos como cachorros mortos: o Brasil está no chão, vítima da arrogância, da indecência e da irresponsabilidade dessa gentalha que se crê uma casta privilegiada e se esconde atrás de partidos e da boa-fé popular para fazer o que bem entende na certeza da eterna impunidade.

A face do crime é medonha. Ao trocar as roupas de grife pelo uniforme de presidiário, eles se revelam em toda a sua feiura e vulgaridade. Presos e humilhados, príncipes intocáveis mais parecem marginais de rua, guerreiros do povo são desmascarados em ladrões e fraudadores de eleições, senhores poderosos, de mãos para trás e cabeça baixa, parecem o que sempre foram, trapaceiros de luxo com caras de bandido.

Quando Rita Lee disse em seu clássico “Ôrra meu” que “roqueiro brasileiro sempre teve cara de bandido”, desconsiderou os políticos. Eles é que têm cara de bandido, embora alguns nem exerçam a atividade, mas a vasta maioria compõe uma galeria apavorante. É quando a ética se expressa na estética.

E os vilões? Quanto pior, melhor. Todos têm seus vilões favoritos, o Coringa, Darth Vader, Bia Falcão, Carminha, Flora… o meu era o Zé Dirceu, mas já está fora de combate, game over. Agora, olhem bem as caras de Cerveró, Vaccari, André Vargas, Bumlai, Barusco, Renato Duque, Pedro Corrêa, Gim Argello, Fernando Baiano, Léo Pinheiro… que medo, hein? Mas, por enquanto, o mais vil da nova safra parece ser Sérgio Machado, com o physique du rôle e o histórico familiar de um arquétipo da vileza cordial brasileira. Qual o seu?

Renan, Jucá, Sarney e Eduardo Cunha, além do neovilão Lula, são hors-concours, porque ainda estão soltos, e só vale vilão preso. Mas, com sua delação premiada, Marcelo Odebrecht pode se tornar o campeão nacional da vilania.

(foto:internet)

17 Comentários

  1. PEDROCA DO SUDOESTE Responder

    Londrina, uma linda,bela e magnífica cidade,A capital do CAFÉ, não merece uns políticos desse quilate. Só paleta e pescoço.

  2. ELES PARECEM UM CARDUME DE ATUM, ATACAM O POVO E
    NÃO SOBRA NADA E SAEM FAZENDO FESTA. UMA ALCATEIA
    DE LOBOS EM PELE DE CORDEIROS E TEM UNS IDIOTAS QUE
    AINDA DEFENDEM ESSES MAFIOSOS. JAULA É POUCO PARA
    ESTA QUADRILHA QUE MANCHA O NOME DO ESTADO.

  3. Eugenio Menuci Responder

    Este comentário do Sr. Nelson Motta merece ser emoldurado e colocado na sala, em local de destaque.
    Aliás, em todos os gabinetes de nossos governantes, legisladores e juízes.
    Precisamos passar o BRASIL a limpo. É URGENTE.

  4. Brilhante o escrito por Nelson Motta, o sentimento é recíproco.

    Sentimo-nos enganados com esta corja de políticos onde a vergonha na cara passou longe. E o perigo disto tudo é chegarmos a conclusão de que todos são farinha do mesmo saco.

    Me sinto envergonhado como brasileiro, ao constatar que a política hoje é sinônimo de roubo do dinheiro público. Mas ainda cremos na justiça dos homens, e
    torcemos para que o ditado “tarda mas não falha” não seja apenas figura de retórica.

    O único senão é que a sociedade está em pé de guerra com tudo e a justiça nem sempre acompanha os desejos, muitas vezes insano do povo, o que pode nos levar a escolhas erradas novamente.

  5. Qual a diferença desses 4 aí pra, Fernandinho Beira-Mar, Marcola, Fat Famyli e o Dá Rússia, cadeia nesses vagabundos.

  6. Não se trata de chutar cachorros mortos. Os cães estão vivos e saudáveis e com contas bancárias recheadas do butim da coisa pública e do saque aos miseráveis. Ninguém quer matá-los ou atirar cocô neles, queremos apenas vê-los atrás das grades por longos anos.

  7. Roberto Carlos Cassou Responder

    Parece o Quarteto Fantástico, só que direcionado para o crime.
    No final todos esses membros estão juntos…….na CADEIA.

  8. Antonio Carlos Responder

    Parodiando a Rita Lee, “Orra meu, político brasileiro sempre teve cara de bandido”, alguns até chefiam quadrilhas. E outro até chefiou o País.

  9. Por estas e outras mais que o Brasil precisa ser passado a limpo
    urgentemente. Pior do que está é impossível ficar. O PT destruiu o
    sonho dos brasileiros. A recuperação… infelizmente só daqui a trinta
    ou mais anos. A grande maioria dos adultos dificilmente verão um
    Brasil novo e decente em vida. Mesmo assim temos que continuar
    lutando.

  10. Toda tempestade por mais avassaladora que seja, passa. A recu-
    peração por mais demorada que seja um dia concretizará. Assim é
    o Brasil neste momento. Fica uma lição eterna para todos nós bra-
    sileiros do bem:- a arma mais poderosa que temos continua sendo
    um simples papel que é o título de eleitor, isto porque político ne-
    nhum estaria no poder se alguns não tivessem votado neles. Tudo
    faz parte de uma cultura pobre e medíocre do povão inculto que
    aplaude quem fala bem, dá dinheiro e alisa pelas costas.

Comente