Uncategorized

Em menos de 24 horas, Cachoeira consegue prisão domiciliar

Carlinhos Cachoeira foto Fernando Frazao ABr

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região Antonio Ivan Athié aceitou o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do bicheiro Carlinho Cachoeira e tranformou em prisão domiciliar a prisão preventiva decretada a pedido do Ministério Público Federal.

A decisão de Athié foi estendida ao empresário Adir Assad, também preso ontem pela operação Saqueador e a Fernando Cavendish, que voltou do exterior, está preso, mas só aguarda a hora de soltura e ir para casa. Todos devem passar a ser monitorados por meio de tornozeleira eletrônica.

Cachoeira, Assad, Cavendish e os demais terão que entregar os passaportes e cumprir algumas condições como não mudar de endereço, não manter contato com outros investigados e, principalmente, não deixar o País em hipótese alguma. Caso alguma dessas situações seja comprovada, o relaxamento da prisão preventiva será revogado.

7 Comentários

  1. Paolo Hemmerich Responder

    O denominado “rábula do PT”, ministro Toffoli do STF, ABRIU A PORTEIRA para os corruptos cumprirem prisão em suas mansões, mansões essas compradas com dinheiro ROUBADO dos pobres!!! Quem puder, saia, pois isso aqui vai de mal a pior!!!

  2. – O sorrisinho debochado do malandro, dentro do camburão da PF, está explicado: ele sabia que seria solto horas depois!!! Como ele sabia? Perguntem a ele!!!

  3. Este Dezembargador, se é que podemos chamar assim, tem
    cocô no lugar de cérebro. Deve estar ganhando muito bem para
    acabar com tantos habeas corpus impetrado a favor do meliantes.

  4. A justiça brasileira dá um exemplo de rapidez. É pena que é rápido assim só pra proteger ladrão, quando é pro cidadão do bem a coisa demora muito.

  5. CARA COMO É BOM TER DINHEIRO NESTE PAÍS CHAMADO BRASIL;;OS CARAS COMPRAM TUDO..ATÉ Á LIBERDADE….E O POBRE QUE SE …. TENTE ROUBAR UMA GALINHA AQUI VOÇE PEGA PERPÉTUA…..DÁ NOJO…ANSIA DE VOMITO DE SER BRASILEIRO;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Comente